Terça, 22 de Agosto 2017: Aqui estão as principais notícias para você começar o dia bem-informado

13 de janeiro de 2014

SÓ NESTA SEGUNDA-FEIRA, 180 MIL SÃO INSCRITOS NO PROUNI

O Programa Universidade para Todos (ProUni) recebeu 188 mil inscrições, até 12h20 desta segunda-feira (13/1), para concorrer a bolsas em Instituições de Ensino Superior (IES). Ao todo, o programa financiará 191.625 bolsas, sendo 131.636 integrais e 59.989 parciais, em 25.900 cursos pelo país. As inscrições podem ser feitas pelo site do programa, via Massapê Indo e Voltando, até sexta-feira (17/1).

O número de bolsas neste primeiro semestre cresceu 18% em relação ao mesmo período em 2013. Administração (21.525 vagas), pedagogia (14.773) e direito (13.794) são os cursos com os maiores números de bolsas ofertadas. Mais da metade do total de bolsas estão disponíveis para o estado de São Paulo.
Até terça-feira (14/1), o sistema divulgará as notas de corte para cada curso. A primeira chamada dos estudantes pré-selecionados será divulgada em 20 de janeiro e a segunda em 3 de fevereiro. Este ano, o edital prevê uma mudança na lista de espera.
Para fazer a inscrição na primeira edição de 2014 do ProUni, o candidato deve ter participado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2013 e obtido no mínimo 450 pontos na média das notas, não podendo ter tirado nota zero na redação. O estudante pode fazer até duas opções de curso. No momento da inscrição, será necessário informar o número de inscrição e a senha usados no Enem e o Cadastro de Pessoa Física (CPF). O candidato não pode ter diploma de curso superior.
Para concorrer à bolsa integral, o candidato deve comprovar renda familiar por pessoa de até um salário mínimo e meio. Para as bolsas parciais, a renda familiar deve ser de até três salários mínimos por pessoa. Professores da rede pública em efetivo exercício do magistério da educação básica, integrantes de quadro de pessoal permanente de instituição pública concorrem exclusivamente a bolsas para cursos de licenciatura.
Os concorrentes à bolsa parcial podem se beneficiar ainda com o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). Para isso, é necessário que a IES para a qual foi selecionado tenha firmado termo de adesão ao Fies e ao Fundo de Garantia de Operações de Crédito Educativo (Fgeduc).

Lista de espera
Este ano, o edital prevê uma mudança na lista de espera. Agora, o estudante que não for pré-selecionado nas duas chamadas regulares e quiser participar da lista terá de manifestar interesse pela internet e, em seguida, nas datas previstas em edital, levar a documentação à instituição de ensino na qual pretende estudar. Após esse processo, a instituição terá prazo para avaliar os documentos. O estudante selecionado receberá o resultado por meio do boletim do candidato, disponível na página do ProUni na internet. Nas edições anteriores, o candidato tinha de manifestar interesse na lista de espera e aguardar a convocação da instituição. (Com Correio Braziliense)
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário