Terça, 19 de Junho de 2018: Aqui estão as principais notícias para você começar o dia bem-informado

19 de junho de 2018

JOVEM É PRESO POR VIOLENTAR SEXUALMENTE E MATAR A PRÓPRIA BISAVÓ DE 91 ANOS

19/06 - Matheus Ferreira da Silva, 18 anos, foi preso por matar a própria bisavó, Francisca Aurora do Espírito Santo, de 91 anos, na cidade de Tauá, a 347 km de Fortaleza. A vítima foi encontrada pela filha no chão da cozinha no domingo, 17, com lesões na cabeça. Ela teve um cabo de vassoura introduzido na genitália. As informações são da Polícia Civil do Estado do Ceará. 

Conforme o órgão, as investigações chegaram a Matheus, que confessou o crime. Ele não possui antecedentes criminais quando adulto, no entanto, respondeu por atos infracionais como homicídio e roubo quando adolescente. "Matheus matou por motivo fútil e de forma brutal sua bisavó", divulgou a Polícia Civil. 

Ele foi conduzido à Delegacia Regional de Tauá, onde foi autuado por homicídio.
(O Povo) 

STF JULGA HOJE AÇÃO PENAL CONTRA GLEISI HOFFMANN E PAULO BERNARDO

19/06 - A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) julga hoje (19), a partir das 14h, ação penal proposta pela Procuradoria-Geral da República (PGR) contra a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) e seu marido, o ex-ministro do Planejamento Paulo Bernardo.

No processo, os cinco ministros do colegiado vão decidir se condenam ou absolvem os acusados dos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro, na Operação Lava-Jato.

De acordo com a denúncia, Gleisi teria recebido R$ 1 milhão para sua campanha ao Senado em 2010. O valor teria sido negociado por intermédio de Paulo Bernardo e do empresário Ernesto Kluger Rodrigues, que também é réu. 

No entendimento da PGR, o valor da suposta propina paga a Gleisi é oriundo de recursos desviados de contratos da Petrobras, conforme citações feitas pelo doleiro Alberto Youssef, um dos delatores das investigações.

A Segunda Turma é composta pelos ministros Edson Fachin, relator da ação, Celso de Mello, Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski e Dias Toffoli

18 de junho de 2018

SEGUNDO ZEZINHO ALBUQUERQUE, BASE ALIADA É CONTRA “BLOCÃO”

18/06 - O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Zezinho Albuquerque (PDT), reafirmou, em entrevista ao Diário do Nordeste, ser contrário à constituição de um "blocão" com todos os partidos da base aliada do governador Camilo Santana (PT) para a disputa proporcional. Segundo ele, a maioria dos partidos também tem se colocado contra tal coligação, visto que muitos pretensos candidatos ficariam de fora da disputa.

Para o pedetista, o ideal seria dividir as legendas em dois grandes grupos e, desta forma, dar mais chances de eleição ao maior número de candidatos aliados do governador. "Não tem condições de se montar um 'blocão'. São 69 vagas e temos aqui até 36 candidatos por partido. Temos que optar por outras alternativas", disse Albuquerque, ressaltando ainda que essa decisão está sendo formalizada com as lideranças partidárias do grupo político liderado no Ceará por Ciro e Cid Gomes.

"Temos vários partidos que não querem o 'blocão', outros querem coligação com partidos menores e outros com partidos maiores. Isso vai se afunilando com o tempo. Os nossos líderes estão pensando e, depois, vão conversar com os deputados, chamam todo mundo para um diálogo", acrescentou.

Para Zezinho Albuquerque, a campanha reduzida, de 45 dias, será benéfica principalmente aos candidatos à reeleição, visto que os novatos terão pouco tempo para se apresentarem à população. No entanto, ele disse que a falta de credibilidade do homem público também será determinante na hora do voto. "Por isso, nós, deputados, temos que estar diuturnamente ouvindo a população e apresentando projetos de melhoria de suas vidas".

O pedetista ressaltou, ainda, que todos da legenda estarão envolvidos na campanha de Ciro Gomes à Presidência da República, e que Cid Gomes deve ser mesmo o nome do PDT para o Senado. O deputado também se posicionou sobre mal-estar ocasionado por declarações de Ciro Gomes

Para Zezinho Albuquerque, o presidenciável pedetista apenas tentou evitar ser deselegante com os prováveis pré-candidatos dessas legendas e teria sido mal interpretado. "Qualquer notícia que sai agora pode gerar mal-estar.

Neste caso, o Ciro está dizendo que a prioridade agora é o PSB e o PCdoB. Ele vai procurar o PSB, porque o partido não tem candidato, e o PCdoB, porque ele tem proximidade com a Manuela (D'Ávila)", justificou.

O pedetista acredita, ainda, que Ciro Gomes estará no segundo turno da disputa eleitoral deste ano por, segundo ele, ser o candidato mais preparado e por conhecer a realidade de todas as regiões do Brasil. De acordo com ele, todas as legendas aliadas estão dialogando entre si em busca de êxito no pleito de outubro.

No entanto, para o parlamentar, as definições pra as eleições vindouras ficarão somente para o início de agosto próximo.
(DN)

ANVISA SUSPENDE VENDA DE FRALDAS DA TURMA DA MÔNICA


18/06 - A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou hoje (18), em resolução publicada no Diário Oficial da União, a suspensão da venda de parte dos lotes de fraldas descartáveis do modelo Tripla Proteção, da marca Huggies Turma da Mônica, recomendando que os consumidores que já tenham comprado unidades consideradas irregulares evitem utilizá-las. 

A medida, que determina o recolhimento dos estoques disponíveis no mercado, está sendo tomada porque a fabricante, a multinacional Kimberly-Clark, não seguiu adequadamente os procedimentos que garantiriam que o material do produto é atóxico e seguro para bebês, de acordo com a Agência.

Segundo a Anvisa, a empresa deixou pendentes os exames de irritações cutâneas primárias e cumulativas e de sensibilização, capazes de detectar se o produto pode causar alergias. Atualmente, a legislação brasileira prevê que fabricantes de fraldas e absorventes higiênicos repitam esses testes, chamados de pré-clínicos, toda vez que alterem algo em sua cadeia de produção.

As marcas também são obrigadas a elaborar um estudo de estabilidade dos produtos, registrando, além dos resultados dos testes, metodologias analíticas, condições de conservação da amostra, periodicidade de análise e data de vencimento.

Em nota enviada à Agência Brasil, a Kimberly-Clark informou que já suspendeu a comercialização dos lotes afetados, mas que irá recorrer da decisão, por discordar de seu teor. De acordo com a empresa, as fraldas dos lotes interditados pela Anvisa podem apresentar escurecimento, em decorrência da oxidação do polímero (gel superabsorvente).

Caso o consumidor tenha adquirido um item desses lotes e queira buscar esclarecimentos, a orientação da fabricante é de que entre em contato com seu Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC), pelo telefone 0800 709 5599

Assegurando que nenhum outro produto da linha Huggies Turma da Mônica foi afetado, a Kimberly-Clark reiterou em seu comunicado que o produto não causa dano à saúde dos consumidores e que sua qualidade tem sido comprovada por exames toxicológicos e dermatológicos, realizados em laboratórios externos, idôneos e independentes.
Isto é

AJ ALBUQUERQUE E ZEZINHO RECEBEM O CARINHO DO POVO E LIDERANÇAS DE MUNICÍPIOS CEARENSES

18/06 - Em Pentencoste, AJ participou de almoço na casa da matriarca da família Paraíba, Dona Raimundinha. Além dela, receberam pré-candidato a deputado federal o ex-prefeito Joãozinho Paraíba e Luiza Perdigão, liderança política da cidade. 

“Participamos de um bate-papo com diversas lideranças e vereadores da cidade. O pré-candidato a deputado estadual Nezim também foi ao nosso encontro. O vice-prefeito de São Luiz do Curu, Chico Abreu e a liderança de Itapajé, Eliú, integraram nosso debate sobre mais ações que podem alavancar o desenvolvimento daquela cidade”, destaca.

À tarde, com o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Zezinho Albuquerque, AJ passou por Aracoiaba. “Lá, fomos recebidos com muito carinho pela família da ex-prefeita Marilene Campêlo, mãe do ex-deputado Thiago Campêlo. O amigo Sérgio Silvestre, presidente do PDT de Aracoiaba, também foi ao nosso encontro. Em pauta, políticas públicas que podem melhorar a vida dos munícipes”, afirmou.
blog Sobral de Prima

NESTA SEGUNDA (18) CÁRMEM LÚCIA ASSUME A PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

18/06 - Antes de embarcar, na manhã de hoje (18), para o Paraguai, onde participa da reunião de Cúpula do Mercosul, o presidente Michel Temer transmitiu o cargo para a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármen Lúcia, na Base Aérea de Brasília. Temer retorna ao Brasil ainda hoje, no início da noite. 

Na Presidência da República, Cármen Lúcia tem uma agenda de audiências com ministros, embaixadores e um governador. Pela manhã, às 11h, ela recebe o governador do Pará, Simão Jatene, o desembargador Ricardo Ferreira Nunes, do Tribunal de Justiça do Estado do Pará, e o procurador-geral do Estado do Pará, Ophir Cavalcante Junior.

Na agenda da tarde estão marcadas audiências com o embaixador João Gomes Cravinho, da União Europeia, e Denise Dowling; e com o embaixador da República Eslovaca no Brasil, Milan Cigán. A última audiência do dia será às 16h com a ministra da Advocacia-Geral da União, Grace Maria Mendonça, e o ministro da Fazenda, Eduardo Guardia.
(Isto É)

COMO UM PAÍS, UMA SELEÇÃO PRECISA DE UM LÍDER

18/06 - Ontem, perdoem a parcial ausência os amigos e amigas do blog, foi dia de Brasil na Copa.

Dia de fazer o que, de quatro em quatro anos, o garoto que ouviu pelo rádio a tristeza de 1966, com a eliminação do Brasil – bicampeão do mundo – já na primeira fase da Copa, mal consolado pelo gol de Rildo nos 3 a um a que Eusébio e Simões abateram o sonho do tri do menino que nascera na primeira taça, não sabia de nada na segunda, mas que  já cria, nas suas calças curtas, no tricampeonato afinal adiado.

E, vendo o jogo contra a Suíça, que está longe de ser um bicho-papão, viu o time desabar à primeira dificuldade, felizmente contra um time que não era, como a seleção alemã de 2014, capaz de se aproveitar do desmonte do time do Brasil.

Não, não, não falta futebol ao Brasil e só com muito contorcionismo mental se pode dizer que existe o “salto alto” dos “invencíveis da família Scolari” de quatro anos atrás.  O time é bom e seu técnico foi capaz de lhe dar um estilo veloz e agressivo.

O que nos falta, até agora, é um líder dentro de campo. Alguém que seja capaz não só de dançar na felicidade, mas de arrostar os infortúnios. Como o Didi, que carrega calmamente a bola de volta ao meio do campo depois de termos começado perdendo a decisão contra a Suécia, em 58. Como Carlos Alberto Torres e a “cacetada” dada no inglês Francis Lee, que havia acertado o goleiro Félix já no chão, depois que este defendera sua quase mortal cabeçada de “peixinho”, quando a Inglaterra dominava o nosso mais difícil jogo na  Copa de 70.

Porque futebol é uma mistura, claro, de talento e de personalidade.

O papel de líder teria tudo para ser de Neymar, mas sua estrutura psicológica, até agora, não se mostrou à altura de exercê-lo. Esteve ausente do jogo e se isso aconteceu por compreensível falta de condições físicas depois de três meses parado foi errado não deixar para lançá-lo no segundo tempo, seja para entrar com o jogo resolvido e adquirir ritmo, seja para chamar a responsabilidade de resolver uma “pedreira”.

A simplicidade do Neymar que surgiu garoto no time do Santos, porém, parece ter dado lugar a uma vaidade que se expressaria melhor na bola.

Exatamente o inverso do que se passou com Cristiano Ronaldo, o grande nome da Copa nesta primeira rodada. Apanhou tanto ou mais que Neymar, mas não se ausentou, chamou para si a responsabilidade, contagiou os companheiros e evitou a derrota de Portugal para a muito melhor Seleção Espanhola com seus três gols e a concentração de gelo polar que conseguiu ter na cobrança de uma falta que, claro, ele mesmo sofrera. Era, como todos já vimos todos algumas vezes, daquelas certezas que moldavam o inevitável.

O resultado do jogo brasileiro, em si, não foi um desastre, mas foi preocupante ver todos os jogadores repetindo, depois do jogo, um discurso ensaiado com o mesmo teor: “o gol suíço foi irregular, mas não cabia ficar comentando arbitragem”.

Nunca fomos campões com um time “politicamente correto”, frio, sem ganas. Nem seremos, trocando o espírito de vira-latas pelo de pavão.

As coletividades humanas, sejam um time de futebol ou uma nação, precisam de referências e de solidariedade, em porções generosamente iguais.

TSE DIVULGA VALORES DO FUNDO ESPECIAL DE FINANCIAMENTO DE CAMPANHA AOS PARTIDOS

18/06 - A Justiça Eleitoral divulgou na última sexta-feira (15) o valor do fundo público eleitoral, o Fundo Especial de Financiamento de Campanha,  que somam R$ 1.716.209.431,00. O dinheiro poderá ser gasto pelos partidos na campanha deste ano, cujos valores serão destinados aos 35 partidos.

Valor que cada partido irá receber:
MDB - R$ 234.232.915,58
PT - R$ 212.244.045,51
PSDB - R$ 185.868.511,77
PP - R$ 131.026.927,86
PSB - R$ 118.783.048,51
PR - R$ 113.165.144,99
PSD - R$ 112.013.278,78
DEM - R$ 89.108.890,77
PRB - R$ 66.983.248,93
PTB - R$ 62.260.585,97
PDT - R$ 61.475.696,42
SD - R$ 40.127.359,42
Podemos - R$ 36.112.917,34
PSC - R$ 35.913.889,78
PCdoB - R$ 30.544.605,53
PPS - R$ 29.203.202,71
PV - R$ 24.640.976,04
PSOL - R$ 21.430.444,90
Pros - R$ 21.259.914,64
PHS - R$ 18.064.589,71
Avante - R$ 12.438.144,67
Rede - R$ 10.662.556,58
Patriota - R$ 9.936.929,10
PSL - R$ 9.203.060,51
PTC - R$ 6.334.282,12
PRP - R$ 5.471.690,91
Democrata Cristão - R$ 4.140.243,38
PMN - R$ 3.883.339,54
PRTB - R$ 3.794.842,38
PSTU - R$ 980.691,10
PCB - R$ 980.691,10
PCO - R$ 980.691,10
PPL - R$ 980.691,10
Novo - R$ 980.691,10
PMB - R$ 980.691,10
(TSE)

NÚMEROS DE CANDIDATOS À REELEIÇÃO BATE RECORDE NO SENADO

18/06 - O número recordes de candidatos à reeleição ao Senado Federal deve bater recorde nas eleições deste ano. Dos 54 parlamentares eleitos em 2010, ao menos 35 deles ou 65% vão tentar renovar seus mandatos por mais oito anos.

O levantamento mostra ainda que sete senadores não se decidiram sobre que cargo disputar, cinco vão concorrer a governos estaduais, outros cinco resolveram não se candidatar a nada e dois planejam trocar o Senado pela Câmara dos Deputados.

Na comparação com eleições anteriores, em que 2/3 das vagas do Senado também foram trocadas, o pleito de outubro terá o maior número de senadores tentando se reeleger dos últimos 24 anos. Dados do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap) mostram que em 2010 a taxa de recandidaturas foi de 53,7% (29 parlamentares), em 2002 chegou a 61% (33) e, em 1994, ficou em 37% (20). Nesses anos foram eleitos dois senadores por Estado.

A Lava Jato, especificamente, atingiu 24 senadores eleitos em 2010. Desse grupo, 70% ou 17 parlamentares vão buscar mais um mandato em outubro. São os casos dos campeões de inquéritos abertos pelo Supremo Tribunal Federal (STF) com base nas delações da Odebrecht: o líder do governo de Michel Temer, Romero Jucá (MDB), e o ex-presidente nacional do PSDB Aécio Neves.

Jucá vai concorrer ao quarto mandato consecutivo. Líder no Senado dos governos dos últimos quatro presidentes – Fernando Henrique Cardoso, Luiz Inácio Lula da Silva, Dilma Rousseff e Michel Temer –, o emedebista terá de pôr à prova sua influência em Roraima e convencer o eleitorado de que as acusações contra ele, entre elas lavagem de dinheiro e formação de quadrilha, são “armação” da Procuradoria-Geral da República, como costuma afirmar.

A vantagem de Jucá é que, diferentemente de Aécio Neves, ele precisa convencer 120 mil eleitores para se reeleger. Roraima tem o menor colégio eleitoral do País, com 324 mil pessoas aptas a votar ou 0,22% do total. Já o tucano precisaria de 5 milhões de votos, em média, para ser reeleito em Minas – em 2010, obteve 7,5 milhões de votos.
Jornal estado de São Paulo

17 de junho de 2018

DIA DE SORTE – POSTO CENTRAL REALIZA HOJE PRIMEIRO SORTEIO DA MOTO HONDA 0KM


17/06 - O Posto Central de Massapê, localizado na Avenida Ozires Pontes, Centro, realiza hoje (17), às 12h, o primeiro sorteio da moto Honda 0 km aos clientes cativos de Massapê e região.

Com o intuito de prestar um excelente serviço à população do município e às cidades circunvizinhas, o Posto Central é a maior referência entre os Postos do município.

Como proposta, os combustíveis são os mais baratos de Massapê e o Posto Central funciona 24 horas, com loja de conveniência e o melhor atendimento à clientela.

Além das motos, todos os finais de meses são sorteados R$ 500, kits (moto) e 02 (dois) pneus para os motoqueiros.

Seja um sortudo, ainda há tempo para você participar. Basta colocar combustível  no seu veículo e solicitar dos frentista o seu cupom.

SOBRAL REVERENCIA CENTENÁRIO DE NASCIMENTO DO PAI DE CIRO E CID GOMES

 17/06 - Diversos políticos participaram neste sábado (16) do Centenário de Nascimento do Dr. José Euclides Ferreira Gomes Júnior, comemorado no Becco do Cotovelo, em Sobral, no Programa do Ivan Frota, promovido pelo Centro Cultural Dom José e Associação dos Amigos do Becco.

Presença dos filhos Lia, Ivo e Cid. Ciro Gomes fez uma participação por telefone direto de João Pessoa, onde estava participando de um evento de sua pré-campanha a presidência da República.

Também marcaram presença os prefeitos Roberto Cláudio, de Fortaleza; Antonio Fonteles, de Meruoca; e Helton Luis, de Frecheirinha; o deputado estadual Ferreira Aragão, além de lideranças de Coreaú, Moraújo, Massapê, Forquilha, Groaíras, Varjota, Irauçuba e Santana do Acaraú.
Via blog Sobral em Revista

13 PARTIDOS DEVEM R$ 32 MILHÕES DE ELEIÇÕES PASSADAS

17/06 - 13 dos 35 partidos políticos ainda têm de desembolsar recursos para pagar dívidas de eleições passadas. Segundo dados das prestações de contas de 2017 enviadas pelos partidos ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que incluem as dívidas de campanhas assumidas pelas legendas ao fim da eleição. As legendas devem juntas R$ 32 milhões.

Pela legislação eleitoral, os candidatos têm até a eleição seguinte, ou seja, quatro anos, para quitar todos os débitos de campanha. As diferentes esferas do partido – municipal, estadual e nacional – não têm obrigação legal de assumir essas dívidas, mas é o que costuma ocorrer.

A sigla mais endividada é o PT, com um rombo de cerca de R$ 25 milhões, o que representa 78% do valor total devido por todas as agremiações. Além dos petistas, também lideram o ranking dos endividados o Avante (R$ 3,4 milhões), o MDB (R$ 1,1 milhão), o PSDB (R$ 848 mil) e o PCdoB (R$ 712 mil). Somente em 2017, os partidos desembolsaram mais de R$ 22,6 milhões com pagamento desse tipo de despesa.

Esses dados, no entanto, ainda podem mudar. Os partidos tinham até 29 de abril para prestar contas ao TSE, mas, após um apelo das legendas, o presidente da Corte Eleitoral, Luiz Fux, estendeu esse prazo até o dia 1.º de agosto. Até lá, são permitidas retificações nas declarações já enviadas.

Neste ano, o Orçamento da União reservou R$ 888,7 milhões para o Fundo Partidário – fundo especial de assistência financeira aos partidos com registro no TSE. Ele é constituído por recursos públicos. Os partidos também podem receber doações de pessoas físicas.

O PSB, por sua vez, ainda não se livrou dos débitos das eleições presidenciais de 2014, quando lançou a chapa Eduardo Campos e Marina Silva ao Palácio do Planalto. Em 2017, o partido desembolsou R$ 1,4 milhão, a maior parte para esse fim, segundo o secretário da sigla, Renato Casagrande.

No PSD, os débitos de apenas três diretórios estão pendentes, com valores e prazos já negociados. Entre eles, uma conta de R$ 600 em um posto de gasolina assumido pelo diretório municipal de Curitiba. Em nota, o PSD informa que o diretório nacional “está com suas contas em dia”.

Essa também é a posição da assessoria jurídica do MDB, que afirma que o diretório nacional do partido não possui dívida de campanha e esse valor deve ser relativo a débitos de instâncias estaduais ou municipais da sigla. PR e PTB se posicionaram da mesma maneira.
Estado de SP

15 de junho de 2018

EM SUA PÁGINA PESSOAL NO FACEBOOK, AJ ALBUQUERQUE CONFIRMA ENCONTRO COM O GOVERNADOR CAMILO SANTANA



15/06 - Na manhã de quinta-feira (14) o ex-prefeito de Massapê e pré-candidato a deputado federal, esteve no Palácio da Abolição para uma audiência com o governador Camilo Santana. 

Na oportunidade - disse AJ Albuquerque: " apresentei reivindicações de diversas regiões do Estado. O Progressistas está do lado de cada família cearense e nossa missão é trabalhar para melhorias ao nosso povo. Aproveito para agradecer ao nosso governador pela atenção e compromisso com nossos pleitos”, afirmou o politico cearense.

Entre às reivindicações solicitadas ao chefe do executivo cearense, a expectativa é de que Massapê tenha sido contextualizada no que concerne à questão de infraestrutura.

Quando esteve à frente da Prefeitura no quadriênio 2013/2016, AJ Albuquerque se consagrou o melhor prefeito de Massapê, principalmente pelas imponentes e importantes obras construídas no município.

OS PATÉTICOS

15/06 - No início de 2016, ano do golpe parlamentar-judicial que atirou o Brasil no imponderável, seria louco quem dissesse que chegaríamos às eleições presidenciais de 2018 com a direita reduzida a candidaturas patéticas.

No infeliz ano novo que começava, as pesquisas indicavam – pode parecer incrível a você, hoje – Aécio Neves com o líder das intenções de voto, com 27% das intenções de voto no Datafolha. Fosse Alckmin o candidato tucano, ainda teria um patamar do qual partir, com seus então 14%

Jair Bolsonaro era apenas um pequeno quisto (4%, na pesquisa de dezembro de 2015) e Henrique Meirelles estava a poucos meses de ser apresentado como líder do “dream team” que salvaria o país da recessão.

Hoje, exceto por Bolsonaro, que virou mesmo um tumor, a direita brasileira reduziu-se a candidaturas patéticas.

Henrique Meirelles é uma piada dentro do próprio (P)MDB, apenas um “é o que temos” com dinheiro suficiente para que os deputados do partido não tenham de gastar o fundo partidário com um fiasco, digo, uma candidatura presidencial.

O PSDB, agora sem o seu falecido Aécio, amarga índices de inacreditáveis 5 ou 6% para Alckmin e se vê diante da inimaginável situação de poder perder até mesmo em seu quartel general, São Paulo.

Meirelles e Alckimin vivem a patética situação de não serem defenestrados das candidaturas apenas por absoluta falta de outros que caibam nesse lugar. Dória, o aventureiro que surgia como opção, esfarinhou-se e Temer e a Lava Jato encarregarem-se, no MBD,  de moer qualquer sonho de continuidade do infeliz ocupante do Planalto.

Bolsonaro virou seu candidato, apesar do teto da repugnância em que esbarra e o patético da situação agora se agrava com a anunciada tentativa de Geraldo Alckmin em “polarizar” o debate com ele.

Os tucanos verificarão, amargamente, que não há debate possível com o candidato que construíram com seu ódio, porque poucos, entre os dele, se importam com qualquer traço de razão. Bolsonaro cresce em seu próprio silêncio e deixa que seu discurso seja o ódio que tucanos e mídia construíram e constróem.

A polarização que decidirá a eleição está em Curitiba e não dá sinais de se abrandar: na pesquisa que citei, Lula tinha 20% das intenções de voto e hoje, mesmo encarcerado e apresentado ao país como alguém que está inexoravelmente fora da disputa, tem 30%.
O golpe é patético, como patética é a situação de seus promotores.

Levaram o país a um torvelinho que, infelizmente, está muito longe de seu fim.
Fernando Brito - 15/06/2018 
Postagens mais antigas Página inicial