Sexta, 18 de Agosto 2017: Aqui estão as principais notícias para você começar o dia bem-informado

9 de setembro de 2014

ONDE ESTÁ A JUSTIÇA?

A cada dia que passa a população de Massapê continua impotente. Pela manhã, à tarde e principalmente à noite, estamos reféns dos bandidos. Jovens, pais de famílias e comerciantes estão perdendo suas vidas mais cedo, e tragicamente! 

Massapê vive em estado de alerta. Onde está o juiz da cidade? Onde estão as autoridades de segurança pública? Tudo acontece e nada é feito. Menores de idade armados por todos os cantos do município. Jovens infratores, oriundos do mundo da droga, agindo sem dó e sem piedade. Há pelo menos dois meses, um comerciante da região de Aíua foi alvo da bandidagem. Menos de cinco dias, um comerciante das Boiadas perdeu a vida, no momento em que se dirigia para sua residência. Na ação, roubaram-lhe uma quantia de 5 mil reais, consoante informação da família. Senhoras e senhoritas não podem permanecer nas calçadas de suas residências porque os bandidos vêm e extraem os seus pertences, seus objetos de valores, seus celulares. Em plena luz do dia, como aconteceu 7 de setembro, por volta das 11hs, na Praça da Matriz, três adolescentes perderam seus celulares para dois menores, armados de facão. Ontem à noite, um adolescente também perdeu a vida. É tanta arma nas mãos de bandidos e menores de idade, e ninguém faz nada.

Tudo coopera para o descaso que estamos vivenciando em nosso município. Poderia, inclusive, sem parar, enumerar vários motivos. A maior de todas é a impunidade. Não podemos obscurecer os bons policiais trabalhando duro para cumprir a lei e à ordem, enquanto a “JUSTIÇA” releva essa aberração permitindo a soltura de criminosos. Onde vamos parar? Tem gente alugando arma a menores infratores, tem gente traficando drogas, e as autoridades judiciais não tomam medidas veementes para coibir tudo isso.

À época de Dr. Fernando Teles, juiz que esteve à frente dos trabalhos da justiça em Massapê, no período de oito anos, a cidade era tranquila. Depois de sua saída tudo se desmoronou para o campo da insegurança, dos assaltos e mortes de cidadãos de bem que vivem na busca incessante para viver e ganhar a vida em prol da família.

Apesar dos bons policiais, está na hora de fazer uma triagem de alguns desses profissionais. Tem gente acostumada, tem gente viciada no conviver de determinados agentes da lei.

Por isso, somos culpados quando fingimos não vermos nada. É culpado quando vê um pequeno delito ser cometido e nada faz, é culpado quando compra algo “baratinho” de um conhecido ou desconhecido não sabendo a origem do produto. É culpado por defender seu filho mesmo quando ele na rua e escola faz pequenas transgressões. É culpado quando seus filhos consomem entorpecentes e substâncias ilícitas achando que está tudo bem. 

Enfim, o cenário descrito constitui uma mudança radical em tudo e diante de tantos descasos e conivências não mais suportáveis. Tá na hora de se fazer alguma coisa!
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário