Sexta,15 de dezembro 2017: Aqui estão as principais notícias para você começar o dia bem-informado

1 de abril de 2013

NO ÂMBITO ESTADUAL E FEDERAL, PSDB É UM PARTIDO SEM CONSENSO

De acordo com deputados e militantes do PSDB, o líder tucano Tasso Jereissati, concorrerá em2014, à vaga para senador do Estado. No que refere-se aos cenários estadual e federal, afirmam que o partido ainda está “sem consenso”, e afirmaram que  a escolha para disputa ao cargo a governo do Estado, se definirá, a partir da escolha do presidenciável e das alianças que o partido fará.

Ao Jornal O Estado, o deputado estadual João Jaime (PSDB), assegurou que a definição para o pleito a governo do Estado, ainda está indefinido, mas a escolha dependerá das alianças que o partido deverá fazer e da escolha do nome que disputará a presidência da República e garantiu que o PSDB lançará o tucano Tasso Jereissati para disputar a vaga de senador da República.

São muitas as variáveis que precisam ser equacionadas para que o PSDB do Ceará tome uma decisão. Para senador vamos lançar Tasso Jereissati, já no que tange ao cenário presidenciável, vai depender das alianças que o PSDB irá fazer. A sucessão nacional ainda está muito indefinida, ninguém sabe se o Eduardo Campos será candidato, se for, muda totalmente o que vai acontecer no Estado do Ceará”, declarou.
Sobre a especulação de um “racha” no PSDB, em virtude de uma divergência interna entre Serra e Aécio Neves, onde ambos, não abrem mão da candidatura à presidência da República, João Jaime, pontuou que a situação não gera nenhum desconforto ao partido, haja vista que, é necessário que o grêmio tenha opções para que se possa decidir qual é o melhor caminho para o partido.

Eu acho que todo partido tem esses questionamentos, porém, é salutar para a vida partidária que tenha várias opiniões e que o partido discuta dentro da agremiação que rumo deve seguir, que candidatos devem apoiar, e assim, definir qual melhor candidato. Eu vejo isso como um processo salutar, normal, sem nenhum problema, e nós iremos chegar a um consenso e lançar um candidato a presidente da República”, afirmou.

O deputado Fernando Hugo admite que o PSDB já a muito tempo busca um trilho só, em relação a um pensamento unificado sobre o presidenciável, e ponderou ser “péssimo” para a legenda a falta de consenso.

Eu não posso ser hipócrita, o que nós estamos sentindo há distância é que há uma efervescência enorme no eixo de Minas Gerais e São Paulo, e que até hoje, não temos uma unidade de pensar. Isso é péssimo para o partido que há muito busca um nome consensual que seja apoiado por toda a executiva” disse, assegurando que, no cenário estadual, o grêmio está aguardando que “o grande líder tucano cearense Tasso Jereissati, se manifeste provando ainda que está na vida pública e saindo da toca que se encontra”.
Com informações O Estado/CE
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário