Quarta, 18 de Outubro 2017: Aqui estão as principais notícias para você começar o dia bem-informado

17 de abril de 2013

CIRO GOMES FAZ CRÍTICAS AO PRESIDENTE NACIONAL DE SEU PRÓPRIO PARTIDO

Expoente da ala 'dilmista' do PSB, o ex-ministro Ciro Gomes diz que a possível candidatura presidencial do governador de Pernambuco, Eduardo Campos, é 'inoportuna'. Diz ainda Ciro: 'Se meu partido tiver candidato, depois que fizer minhas ponderações, vou acompanhar. Mas vou fazer uma discussão dizendo que a candidatura é inoportuna', disse. O ex-ministro e o irmão Cid, governador do Ceará, defendem, diante das recentes movimentações presidenciais de Eduardo Campos, o apoio do PSB à reeleição de Dilma Rousseff. A presidente, por sua vez, tem feito agrados a Cid em eventos e audiências.

Ele diz que Campos é o mais preparado dos três. 'Mas é zero de ideia.' Afirmou ainda que o governador 'faz um discurso também reacionário quando vai conversar com empresários reacionários de São Paulo'. 'Vamos disputar com a Dilma pela direita?' 

CONVERSA DE MARQUETEIRO
Ciro também critica Campos e o mote que o governador do PSB tem adotado em público. 'Está bom mas podemos fazer melhor? Isso é conversa de marqueteiro. O Brasil precisa de debate profundo de ideias', disse. 'O PSB não tem ideia nenhuma, pelo que eu saiba', disse, ponderando que Aécio Neves (PSDB) e Marina Silva (Rede), outros possíveis candidatos em 2014, também não.

Preterido pela cúpula do PSB nas eleições de 2010, quando o partido, presidido por Campos, preferiu apoiar Dilma, Ciro questiona agora a eventual opção da sigla por candidatura própria em 2014, estando ainda na base aliada. 'Qual a explicação para mudar de posição agora?' . O ex-ministro disputou a Presidência em 1998 e em 2002- ainda pelo PPS. (Com informações da Folha de S. Paulo)
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário