Quinta, 17 de Agosto 2017: Aqui estão as principais notícias para você começar o dia bem-informado

23 de outubro de 2011

TUCANOS QUEREM DE VOLTA OS MANDATOS DE PARLAMENTARES QUE SAÍRAM PARA O PSD


Marcos Cals, presidente do PSDB no Ceará,durante evento promovido pelo PSDB Foto: Kézya Diniz

Se depender do PSDB cearense, os parlamentares que migraram para o recém-criado PSD terão que brigar na justiça para não perderem os mandatos. É que os tucanos estão dispostos a brigar na Justiça pelas vagas conquistas na Assembleia Legislativa. Ao todo, quatro parlamentares eleitos pelo partido, e três suplentes da sigla, decidiram aderir à base aliada do governador Cid Gomes.
Por telefone, o presidente estadual do PSDB, Marcos Cals, confirmou que esteve em Brasília há cerca de duas semanas para tratar da questão com o comando nacional da sigla. “A decisão de cobrar os mandatos aqui no Ceará é uma orientação da executiva Nacional do partido”, afirma Cals.
A decisão de tentar reaver no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) os mandatos transferidos para o PSD é da executiva nacional do PSDB e vale para todos os estados onde as mudanças ocorreram.
Troca de partido
Entre os deputados federais, Manoel Salviano, eleito pelo PSDB,  já se filiou ao novo partido. Na Assembleia Legislativa do Estado, a formação do PSD causou o maior desfalque na bancada tucana. 
Osmar Baquit, Moésio Loiola, Cirilo Pimenta (suplente), Neném Coelho (suplente), Professor Teodoro (suplente) Téo Menezes e Rogério Aguiar oficializaram a mudança para o PSD. 
Além deles, Gony Arruda, atual secretário de esportes do Estado e deputado licenciado, eleito pelo PSDB, já havia deixado a sigla meses antes da criação do PSD. Com informações jangadeiro online. 
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Um comentário:

  1. Amigo Aldenis propietário desse respeitedo blog peço que me adcione uruocadeprima.blogspot.com

    ResponderExcluir