Domingo, 20 de Agosto 2017: Aqui estão as principais notícias para você começar o dia bem-informado

29 de março de 2012

ÓRGÃOS PÚBLICOS DE MASSAPÊ MASCARAM SUA INCOMPETÊNCIA ACUSANDO BLOGUEIROS

Transcrevemos, a seguir, o teor da matéria expressa no blog do Adrian Márco, na qual trata do polêmico assunto envolvendo a suposta parafilia de um professor(nome não divulgado por se tratar de um inquérito que corre sob segredo de justiça) em uma escola municipal da localidade de Tapera Baixa.

AVISO: Defendo o que foi escrito pelo blog do Adrian Márcio. E mais: Não temos medo de cara feia, não temos medo de provocações e insinuações do radialista Bené Fernandes e, muito menos de alguns, porque não são todos, dos defensores da atual administração do PSDB de Massapê. Deu pra entender?

A nobre secretária Maria da Penha de Farias, que responde pela secretaria de educação do município, através de telefonema falou sobre o caso de pedofilia no programa de rádio  comprado e com radialista pago pela prefeitura de Massapê realizado na cidade de sobral e que custou quase 40 mil reais ao bolso do massapeenses somente no ano passado.

Alegações da secretária

A mesma alega não ter gostado dos blogs terem relatado que a secretaria da educação estava de braços cruzados e que não havia tomado nenhuma medida. Ela não afirma qual blog fez isso, porém logo em seguida o radialista comprado pela prefeitura relatou que era Adrian Márcio e Aldênis Fernandes por terem esse jeito maldoso e que não sabem de nada. O radialista pago pela prefeitura afirmou ainda que este blogueiros fazem uma imprensa que nada constrói.

A respeitável secretária Penha alega também que não sabia do caso e não podia dar conta dos “malfeitos das escolas”. Já que nada havia sido informado a ela. A própria afirmou ainda que o referido professor acusado de pedofilia não pertence só ao município, ela afirma que ele também é do estado.

Resposta do Blog

(...) A digníssima secretária em momento algum falou o nome dos blogueiro, contudo segundo o radialista pago pela prefeitura tratava-se de Adrian Márcio e Aldênis Fernandes. Então decidimos esclarecer o seguinte:

Nunca afirmamos que a secretaria estava de braços cruzados, na realidade dissemos que: “As informações ainda dão conta de que a escola já havia tomado conhecimento, mas nenhuma providencia havia sido tomada, os familiares aguardam que a Secretaria de Educação do Município de Massapê tome as medidas necessárias” (www.adrianmarcio.com, matéria publicada dia 21 deste mês).

Caso à senhora secretária não saiba, os cargos de direção escolar são de confiança da secretária e são subordinados a secretária, o blog não pode ser culpado da incompetência de nenhum órgão público onde seus subordinados simplesmente não comunicam os problemas aos seus superiores.

A notícia dada pelos blogs é verdadeira, informo ainda que sou responsável pelo que escrevo, porém, o que você entendeu não posso me responsabilizar, muito menos me responsabilizar pela incompetência dos gestores públicos.

Conselho: crie sistemas de monitoramento mais eficazes com pessoas dispostas a resolver os problemas e não a omiti-los. E me faça um favor, informe ao radialista pago pela prefeitura que os blogs estavam informados, apenas a senhora não sabia de nada, segundo você mesma afirma.

O pai da vítima procurou quem verdadeiramente deveria procurar, ele informou a escola e realmente nada foi feito. Ele não tem obrigação de procurar burocratas inúteis, mas sim os responsáveis diretos, que neste caso é a escola e o delegado.  

Ressaltamos que a ilustríssima secretária é verdadeira quando afirma que o professor não pertence apenas ao município, porém isso não é novidade, este blog já havia informado isso: “Temos informação de que ele é professor de uma escola estadual na sede de Massapê e que seria afastado também, mas não sabemos por qual período” (www.adrianmarcio.com, matéria publicada dia 23 de mês).

Mas não podemos esquecer que o fato lamentável aconteceu com aluna do município, por isso se frisou a expressão “escola do município”, mas concordo com a secretária ele também é do estado e esta informação já havia sido dada.

Vale deixar claro, que tanto no blog como na rádio, que não tenho nenhum intenção em prejudicar quem quer que seja, porém, cidadãos simples de nossa terra confiam mais em pessoas que fazem o trabalho que faço e toda e qualquer pessoa que nos procurar serão recebidas por mais que isso desagrade a alguns.

Conselho: procure da próxima vez um programa não comprado com dinheiro público, um programa que não possui os vícios da perseguição e da mentira, procure um programa desprovido de influência política. Talvez isso deixe transparecer maior credibilidade.

Puxando o gancho de suas explicações na rádio sobre este caso, gostaria de lhe dizer que já denunciei a prefeitura por deixar faltar merenda escolar, e até hoje a explicação não apareceu. Já denunciei que a prefeitura não faz investimento em equipamentos para alunos com necessidades especiais nas escolas e quando faz é insignificante e com dinheiro do MEC. Você poderia explicar isso.

Informo ainda que o valor gasto no programa de rádio de Sobral no qual os massapeenses tem que telefonar para poder falar custa 3,500,00 reais mês. Esse valor daria pra fazer muitos acessos para deficientes nas escolas, não acha?

Convite

O programa do Movimento Universitário em Defesa de Massapê é apresentado por massapeenses (que não recebem nada, ou seja, não são mercenários e nem forasteiros) livres de influencia política e é transmitido por uma rádio massapeenses. Fica nosso convite para a nobre secretária poder falar sobre o caso.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário