Terça,12 de dezembro 2017: Aqui estão as principais notícias para você começar o dia bem-informado

12 de dezembro de 2017

O ENRIQUECIMENTO DE JAIR BOLSONARO ÀS CUSTAS DO DINHEIRO PÚBLICO

12/12 - Dono de pautas genéricas e de apelo popular como “combate à corrupção”, defesa dos “valores cristãos” e de leis mais rígidas para punir criminosos, Jair Bolsonaro é ídolo de uma massa pouco instruída politicamente e revoltada com o que ele chama de “políticos tradicionais”.

Contudo, uma análise nas últimas declarações de bens do deputado federal indica que o maior compromisso do patriarca do clã político Bolsonaro é com a própria saúde financeira.

De acordo com dados do TSE, entre os pleitos de 2010 e 2014 a renda do parlamentar subiu 97%, já levando em consideração os efeitos da inflação sobre o valor declarado em 2010.

Em 2010, a renda por ele declarada foi de R$ 826.670,46. Quatro anos mais tarde, saltou para R$ 2.074.692,43, valor que inclui cinco imóveis, entre os quais dois que não constavam na declaração anterior.

São duas casas localizadas na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Uma está registrada com o valor de R$ 400 mil e a outra de R$ 500 mil, bem abaixo do preço médio dos imóveis na região repleta de mansões.

A diferença entre os valores no documento apresentado à Justiça Eleitoral e o preço de mercado é comum nas declarações de bens dos políticos e está dentro de legislação, que permite a declaração do valor constatado durante aquisição do bem, sem exigir a atualização nos casos de valorização.

Este detalhe não indica irregularidades por parte de Bolsonaro, embora mostre que na realidade ele é mais rico do que a sua declaração de bens deixa a entender.

Bolsonaro pode ser grosseiro e pródigo em soluções estúpidas para os problemas do país, mas de bobo não tem nada. Pelo que a evolução do seu patrimônio demonstra, ser o ídolo de uma multidão de marmanjos e de um punhado de mulheres é um excelente negócio.
PragmatismoPolítico

BANCOS E POUPADORES FECHAM ACORDO SOBRE PLANOS ECONÔMICOS

12/12 - A Advocacia-Geral da União anunciou hoje que o Banco Central, a Federação Brasileira dos Bancos (Febraban), o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec) e a Frente Brasileira dos Poupadores (Febrapo) fecharam um acordo para encerrar as disputas judiciais sobre o pagamento das perdas econômicas provocadas pelos planos Bresser (1987), Verão (1989) e Collor 2 (1991).

O acordo foi assinado por representantes de todas as instituições e deverá ser protocolado nesta terça no Supremo Tribunal Federal (STF). Quem aderir ao acordo terá de desistir do processo judicial que reivindica o pagamento das perdas econômicas.

O governo federal já estimou que o pagamento dos poupadores irá injetar cerca de 12 bilhões de reais na economia.

De acordo com o jornal Folha de S.Paulo, indenizações de até 5.000 reais serão pagas à vista. Acima disso, o valor será parcelado em até seis vezes.

O jornal informa que o acordo prevê um desconto sobre o valor da perda, que varia de acordo com o plano econômico que causou o prejuízo. Os descontos vão variar de 8% a 19% para pagamentos acima de 20 mil reais.

O plano Collor 1 (1990) ficou fora do acordo, por haver avaliação de que decisão do Superior Tribunal de Justiça derrubou o direito à indenização.
PragmatismoPolítico 

CANDIDATURA DE TASSO AO GOVERNO DO CEARÁ ENTRA NO CARDÁPIO DE 2018 NA VONTADE DE LUIZ PONTES

12/12 - Luiz Pontes (PSDB) insiste em dizer que o senador Tasso Jereissati, também tucano, “será” candidato ao governo do Ceará, em 2018. “O Tasso será candidato ao governo e vai governar para resgatar a economia, equilibrar a política social e servir a população”. Foi o que disse o ex-presidente estadual da sigla para aliados, conforme trecho escrito no blog Roberto Moreira.

Aqui no blog Massapê no Caminho da Notícia publicamos uma matéria na qual o senador Tasso Jereissati já havia dito a um dos seus interlocutores que “era preciso renovar a política” ou “já dei minha contribuição”.

A menos de um ano das eleições, a oposição ao governador Camilo Santana está mais perdida do que cego em tiroteio.

Principalmente depois que o presidente do Senado, Eunício Oliveira, iniciou grande parceria com o chefe do executivo em prol de projetos para os cearenses.

Ou seja, o que era algo improvável passou a ganhar contornos mais nítidos a partir da informação de que Eunício está pensando muito mais em garantir a vaga no senado do que em disputar a arriscada e difícil eleição de governador.

Camilo Santana vem sendo bem avaliado pelo povo e realizando um ótimo governo.

Se prevalecer o que dissera Luiz Pontes no passado em Massapê,  pode ser meio duvidoso. Em 2016, época das eleições municipais, ao ser indagado por amigos e correligionários se seria candidato a prefeito, o líder político teria afirmado que sim, mas dependeria dos amigos. Depois deu meia volta, deu um rolê e foi embora para Fortaleza, deixando-os a ver navios.

Desta forma, só convenceria mesmo se Tasso falasse por contra própria.

11 de dezembro de 2017

HÁ SETE DÉCADAS, CEARENSE MONTA UMA MEGA LAPINHA NA SUA RESIDÊNCIA

11/12 - Há 71 anos dona Mundinha se dedica a contar a história do nascimento de Jesus Cristo. Na garagem de sua casa, no bairro Mucuripe, a idosa de 93 anos monta todos os anos a lapinha de Natal, cheia de detalhes e cores. Quando está pronta, ela faz questão de mostrar a todos a cidade onde Cristo nasceu. Trata-se de um orgulho.

Com um sorriso no rosto, Dona Mundinha revela que a ideia de montar uma lapinha de Natal surgiu quando ainda era criança. Segundo ela, quando tinha cinco anos, visitou uma senhora que fazia lapinhas de Natal e, ao conhecer o seu trabalho, ficou encantada.

Desde esse dia, surgiu a vontade de também contar a história do nascimento do menino Jesus. “Ela me explicou toda a história. Mostrou o castelo de Erodes, a casa de Cristo. Aí eu disse: ‘Quando eu me casar, eu vou construir uma lapinha em casa'”, relembra.

Dona Mundinha se casou com 20 anos, mas a primeira versão da sua lapinha de natal foi construída em 1946, quando tinha 22 anos. “Na época, não tinha nem a Avenida da Abolição”, conta. De lá para cá, a idosa não perdeu nenhum ano.

Os filhos cresceram vendo a mãe montando a lapinha de Natal na garagem de casa. Ao longo dos anos, a estrutura foi aumentando até chegar na versão atual. No início, era apenas uma mesa. Hoje, são necessários três mesas e mais de duas “carradas” de areia. 

“Foi preciso aumentar para contar a história completa. A primeira mesa era pequena”, explica a necessidade. 

Além dessas peças com mais de 70 anos, a lapinha de Natal tem um sistema elétrico responsável pela movimentação dos personagens da história e com um sistema hidráulico para manter o lago da cidade com seus peixes vivos. De acordo com ela, cada detalhe é de extrema importância para explicar a história do menino Jesus.

TRE DA BAHIA DARÁ BÔNUS DE R$ 15 PARA ELEITOR QUE FIZER RECADASTRAMENTO BIOMÉTRICO

11/12 - Achei interessante e estou publicando: a partir desta segunda-feira (11) qualquer eleitor que fizer o recadastramento biométrico na sede do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) no Centro Administrativo da Bahia (CAB) ganhará um desconto de R$ 15 para fazer uma corrida pelo aplicativo Uber. A informação foi confirmada ao CORREIO pelo TRE-BA. 

Um stand do aplicativo, montado no TRE, dará o cupom de desconto para o eleitor depois que ele fizer o novo título. A cooperação técnica entre o aplicativo e o tribunal  foi anunciada oficialmente hoje pelo desembargador José Edivaldo Rocha Rotondano, presidente do TRE-BA, e por Michele Biggi, gerente geral da Uber para o Nordeste.

O desconto só funciona se a corrida for feita a partir do TRE-BA, no CAB. Ele só pode ser utilizado pelo usuário uma única vez.

De acordo com o TRE a meta na Bahia é que 3.074.713 eleitores precisam fazer o recadastramento obrigatório. Em Salvador, a meta é de 1.990.259 eleitores. Contudo, segundo o TRE 1.020.997 (51,30%) fizeram. 

A não realização do cadastro eleitoral com biometria até a data estipulada poderá ocasionar o cancelamento do título de eleitor. Caso esses cidadãos não realizem o procedimento até 31 de janeiro de 2018, perderão seus títulos e, a partir daí, sofrerão com outros diversos impedimentos. 

OCARA RECEBE 3ª EDIÇÃO DO SEMINÁRIO PROGRESSISTA E O AJ É O CENTRO DAS ATENÇÕES

11/12 - A cidade de Ocara, foi o terceiro município do Ceará a receber o “Seminário Progressista – Perspectiva para 2018”, com a Palestra do Cientista Político, Luciano Dias (Fundação Milton Campos).

A prefeita Amália Lopes (PP) foi anfitriã do encontro progressista, na cidade da região do Maciço de Baturité, no último sábado (09/12) quando recebeu o Presidente Estadual do Partido Progressista, Antonio José Albuquerque (PP) idealizador da série de encontros que percorrem o Ceará, otimizando a organização partidária e tratando de prévias para fortalecer ainda mais a agremiação com vistas ao pleito eleitoral de 2018.

Para AJ Albuquerque, esses eventos são passos iniciais do partido para as eleições de 2018. “Além de palestra, os seminários servem como oportunidade para motivar novas filiações de quem ainda não tem partido ou mesmo queira mudar de sigla”, destaca.

Esse seminário de Ocara, soma-se a outros dois que aconteceram em Fortaleza e Frecheirinha. 

O seminário foi promovido pelo partido em parceria com a Fundação Milton Campos.
Blog Sobral de Prima

PARA SERVIDOR PÚBLICO CONTRATADO TEMPORARIAMENTE, FIM DE ANO É MARCADO POR MUITA ANSIEDADE

11/12 - Em quase todas as administrações públicas, sobretudo às prefeituras do Ceará, sempre o fim de ano é marcado por muita inquietação e apreensão. Daí surge a extinção de contratos temporários de servidores públicos, bem como podem surgir novos processos seletivos e - às vezes - concurso público, impulsionado pelo Ministério Público, para áreas de saúde, educação, infraestrutura, entre outras categorias.

É a realidade atual que vem acontecendo na Prefeitura de Massapê, cuja gestão tem à frente Jacques Carneiro Albuquerque (PMDB).

A bem da verdade, o prefeito do nosso município não é à exceção da regra. Muitos alcaides fazem de tudo para enxugar a folha de pagamento, essencialmente na recessão financeira que passa o país.   

Assim, o motivo desta minha publicação é baseada na solicitação de um dos servidores temporários da Prefeitura de Massapê, que reside próximo à minha residência. Ele pediu que requerêssemos  em nosso blog e no programa de Rádio - A HORA DO POVO - a   perguntar ao prefeito “se servidor temporário não era gente”, referindo-se à questão da falta de pagamento do 13º salário.

Em que pese serem servidores em designação temporária, os mesmos têm direitos e prerrogativas semelhantes ao funcionário contratado por concurso público e efetivado.

Entre os direitos, podemos citar os seguintes-abaixos que foram enviadas ao blog por um amigo-advogado da cidade de Sobral, a pedido do moderador deste blog:

Salário mínimo assegurado para uma jornada de 44 horas semanais;
13º salário;
Remuneração do trabalho noturno superior ao do trabalho diurno;
Salário família;
Horas Extras;
Férias acrescidas de 1/3 do valor do salário;

Adicionais de insalubridade, periculosidade ou penosidade conforme atividade realizada e previsão legal;

A Contribuição previdenciária ao INSS, enquadrando-se no Regime Geral (como os celetistas).

Além disso, o nosso informante citou que todo servidor público temporário tem direito ao depósito e saque de FGTS ao fim do contrato.

10 de dezembro de 2017

SUCESSÃO DE TEMER: O QUE ESPERAR DOS CONFRONTOS DE 2018

10/12 - Acerca de dez meses das eleições, já é possível antecipar as disputas de acordo com o quadro de pré-candidatos que começa a se consolidar. A tendência, segundo especialistas, é de que o confronto pelo Palácio do Planalto seja polarizado, com discussões que ampliem cenário de divisão do País, e de que abra espaço para novos nomes.

Já são pelo menos oito pré-candidatos confirmados. Destes, cinco têm se destacado nas pesquisas: o ex-presidente Lula (PT), o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC) — que deve candidatar-se pelo Patriotas—, o governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB), a ex-senadora Marina Silva (Rede) e o ex-governador do Ceará Ciro Gomes (PDT).  

Atrás, vêm a deputada estadual Gaúcha Manuela D’Ávila (PCdoB), o  senador Álvaro Dias (Podemos) e o empresário João Amoêdo (Novo), ainda atuando para reforçar seus nomes e entrar em 2018 mais conhecidos.  
Para além da escolha do novo chefe do Executivo Nacional, o pleito do próximo ano será simbólico por acontecer após o impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) e da intensificação da crise política e econômica. 

De acordo com o consultor político Márcio Coimbra, será uma disputa polarizada, com espaço para discussões que toquem extremos. “Eu acho que essa eleição é a polarização máxima entre um redescobrimento do conservadorismo no Brasil contra a esquerda, manchada com as denúncias de corrupção”, acredita. 

Segundo ele, poderá ser o momento de vitória de um candidato ligado a ideias conservadoras. O cientista político Filomeno Moraes, no entanto, acredita que “uma alternativa que transite no centro do espectro político poderá ter algum apelo e, ao fim e ao cabo, prevalecer”.  
Ele afirma que a dúvida sobre a candidatura do Lula, que pode vir a ser condenado e ser impedido de participar do processo eleitoral, mantém muitos cenários ainda indefinidos. “(Lula) é candidato com capacidade de incentivar ou desincentivar outras candidaturas”, explica.  

Ambos duvidam que Bolsonaro venha a ser eleito, embora deva, segundo eles, receber grande número de votos. Do outro lado, a esquerda articula-se com múltiplas candidaturas. Além dos já confirmados, o Psol negocia a filiação de Guilherme Boulos, líder do MTST. 
Há também nomes ainda sem partido que são cotados como possíveis candidatos. É o caso do ex-ministro do STF Joaquim Barbosa, que já admitiu possibilidade, e do apresentador Luciano Huck, que ainda nega. 

JOGOS E CLÁSSICOS DE 2018
Não é só a Copa do Mundo que vai movimentar 2018. As eleições presidenciais vão trazer disputas competitivas, e os pontos fortes e fracos de cada candidato podem definir quem sairá vencedor. Veja quais jogadores já estão em campo (titulares), despontando nas pesquisas e movimentando-se para fortalecer seu nome; e quais ainda estão sentados no banco (reservas), seja por não confirmarem a pré-candidatura ou por ainda terem desempenho tímido frente aos demais presidenciáveis.  
JOGADORES TITULARES: LULA (PT), EX-PRESIDENTE 
PONTOS FORTES:  
1. Tem a confiança do eleitor inclinado à esquerda e de parte da população mais pobre, que associa a ele uma melhora econômica vivida durante os seus governos e uma crise que se aprofunda somente após sua saída;  
2. Sua própria história, de ex-metalúrgico e sindicalista que consegue crescer politicamente e chegar ao maior cargo do País; 
3. Carisma e popularidade, que o tornam um dos políticos mais conhecidos do Brasil; 
4. Buscará se associar ao progressismo e à liberdade, às pautas mais voltadas ao povo pobre e à crítica ao conservadorismo e à ditadura militar, para diferenciar-se dos adversários. 
PONTOS FRACOS: 
1. Alto índice de rejeição da população devido às denúncias de corrupção contra ele e o seu partido, além de escândalos associados a políticos que integraram seu governo; 
2. Sua alta popularidade também poderá ter efeito negativo, devido ao desgaste que sua imagem sofre com a exposição constante e a lembrança de dois mandatos na Presidência da República; 
3. A possibilidade de tornar-se inelegível caso sofra alguma condenação em segunda instância. Assim pode ser “expulso” do disputa. 
4. A esquerda que representa, desgastada junto com o PT, poderá ser um empecilho para conquistar novos eleitores em um momento em que o discurso conservador está mais aparente no País. 
JAIR BOLSONARO (PSC), DEPUTADO FEDERAL 
PONTOS FORTES:  
1. Representa parte da população indignada com tantos escândalos de corrupção, insegurança, crise econômica e outros problemas sociais do País, como um catalisador da “desesperança nacional” com os políticos ditos corruptos; 
2. Forte identificação com setores mais conservadores da população, além de parcela mais pobre e de uma juventude indignada; 
3. A ausência de denúncias de corrupção relacionadas a ele, ao mesmo tempo em que não é um político novo, vai ajudá-lo a construir a imagem de homem honesto, com autoridade para “limpar” a sujeira do Brasil; 
4. Declarações polêmicas que, ao mesmo tempo que podem ser negativas, se associam aos anseios de parte da população que defende o armamento e o regime militar, além de representar uma “falta de papas na língua” de quem não tem medo de falar o que pensa.
PONTOS FRACOS:  
1. A sua própria personalidade, afeita a comentários e opiniões polêmicas que podem ser usadas contra ele, além da possibilidade de falar algo que seja mal visto durante a campanha; 
2. A pouca produção parlamentar em 26 anos de mandatos públicos pode ser associada ao desejo de enriquecimento com a política, sem o devido retorno à população; 
3. Pode ser acusado de autoritário devido suas ideias conservadoras e falas que já minimizaram os efeitos negativos do regime militar; visto como racista e homofóbico 
4. Dificuldade de ganhar eleitores em setores mais progressistas da população, além de uma classe média alta urbana que valoriza discursos mais “neutros” e pacíficos. 
CIRO GOMES (PDT), EX-GOVERNADOR DO CEARÁ 
PONTOS FORTES: 
1. Candidato capaz de conquistar votos de mais de um lado do espectro político, dos mais progressistas aos liberais e até conservadores, indignados com a situação econômica e os escândalos de corrupção do País, pode ser considerado um candidato de convergência; 
2. Imagem de candidato de “autoridade”, com conhecimentos econômicos e sociais suficientes para fazer uma boa administração no País;  
3. É um nome que pode representar a esquerda que não confia mais no Lula ou que pode ficar sem candidato se o petista não puder se candidatar; 
4. Não tem o nome envolvido em grandes escândalos de corrupção, dando a ele munição para falar mal da prática. 
PONTOS FRACOS: 
1. Personalidade improvável e temperamento estourado, que podem resultar em declarações ou atitudes destemperadas que o enfraqueceriam na disputa; 
2. Rejeição alta, associada provavelmente à sua personalidade, tornam a conquista de novos eleitores mais difícil; 
3. É de uma família com forte influência política no Ceará há muitos anos, o que exclui a possibilidade de ele se construir como um candidato capaz de trazer renovação e o relaciona com a alcunha de “coronel”, dada a ele por adversários; 
4. Nome de pouca influência regional, embora ele já tenha se candidatado ao cargo em outras duas situações: 

MONTAGEM DO ELENCO DO CEARÁ PARA 2018 SEGUE A TODO VAPOR

10/12 - Para participar da Série A, o Vozão vem trabalhando forte para montar o time. O clube anunciou a renovação com o atacante Élton e a contratação do lateral direito Renato, ex-Fluminense. Com esses dois nomes, o Alvinegro chega a 11 — oito renovações e três contratações — anunciados em quatro dias.  

Artilheiro do Vovô na campanha do acesso para a Série A do Brasileiro, Élton disputou 28 jogos do campeonato (25 como titular) e marcou nove gols. “Estou muito feliz e grato pela oportunidade de vestir mais uma vez a camisa do Ceará. O desafio será muito grande e importante. Se Deus quiser, teremos uma temporada espetacular”, disse ele em comunicado do clube. 

Já o lateral direito Renato não atuou muito na última temporada. Pelo Fluminense, esteve em 22 partidas (14 como titular) em 2017. Ele chega para se colocar como potencial titular. Atualmente, o Ceará tem ainda Tiago Cametá para a posição, mas pretende negociá-lo com outro clube. Quem também pode atuar na lateral direita é o volante Pio, outro da lista de renovações contratuais.

Além de Élton e Pio, o Ceará acertou a permanência dos meias Pedro Ken e Ricardinho, do lateral esquerdo Rafael Carioca, dos zagueiros Rafael Pereira e Luiz Otávio e do goleiro Fernando Henrique.  

Na lista de novos contratados, Renato é o terceiro. Antes, foram anunciados o lateral esquerdo Ernandes e o goleiro Renan. 

Fora a manutenção de boa parte do elenco que disputou a Segundona nacional em 2017, o Alvinegro também começa a próxima temporada com a mesma comissão técnica, comandada por Marcelo Chamusca.
O povo

GRUPO COM PASTOR EVANGÉLICO DÁ GOLPE DE R$ 5 MILHÕES COM PIRÂMIDE FINANCEIRA

10/12 - A Polícia Civil de Iguatu desarticulou, nesta quinta-feira (7), uma quadrilha que aplicava golpes de Pirâmide Financeira, no município e em outras cidades da Região Centro Sul. A estimativa é que o grupo tenha roubado cerca de R$ 5 milhões de pelo menos 57 vítimas.

Para participar do esquema, cada pessoa teria que investir na Pirâmide Financeira que era chamada de “D9 clube de empreendedores”, com valor mínimo de R$ 6.750. Uma das vítimas chegou a aplicar R$ 500 mil. A promessa era de que teriam lucros de mais de 30% ao mês e de 300% ao ano.

As vítimas relataram que esse dinheiro era entregue em mãos aos líderes do grupo, e que os pagamentos dos lucros eram devolvidos, mas de repente elas pararam de receber os valores. O delegado Wesley Alves foi o responsável pela Operação.

Cinco homens e uma mulher estão envolvidos no esquema criminoso, incluindo um pastor evangélico e comerciantes locais. Devido às investigações, não foram divulgados os nomes.
Nesta primeira fase da Operação Pirâmide, a Polícia Civil decretou o bloqueio dos bens dos seis líderes do grupo, porém, eles aguardam resposta da Justiça em liberdade.

O golpe causou também um dano para toda a economia e para o comércio iguatense, tendo em vista que vários empresários, pequenos comerciantes, servidores públicos e profissionais liberais investiram altas quantias em dinheiro, porém não tiveram o retorno prometido, ficando todos no prejuízo.
Tribuna do Ceará

9 de dezembro de 2017

ANTES AO RECESSO, ASSEMBLEIA TRABALHA CÉLERE PARA LIMPAR PAUTA

09/12- O presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, deputado Zezinho Albuquerque (PDT), quer limpar a pauta de votações da Casa até o próximo dia 14 para, depois, iniciar o recesso parlamentar. O relator das emendas ao projeto de Lei Orçamentária Anual (LOA), Evandro Leitão (PDT), concentrou esforços para concluir a verificação das emendas apresentadas por seus pares na última semana, de modo que a matéria esteja pronta para apreciação no Plenário 13 de Maio já na terça-feira (12).

Com uma oposição cada vez mais reduzida e uma base governista robusta, o Governo do Estado não terá maiores dificuldades para aprovar as mensagens que estão na ordem do dia. A questão eleitoral, que tem esvaziado atividades na Casa, é outro fator que contribui para discussões menos acaloradas.

O Regimento Interno da Assembleia diz que o ano legislativo deve terminar em 22 de dezembro. No entanto, no fim das atividades do ano passado, assim como no meio deste ano, os trabalhos se estenderam por conta da votação de matérias que tratavam da extinção do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM). Devido a recursos e manobras da oposição e da base, o período de recesso foi reduzido.

PP REALIZA 3ª EDIÇÃO DO SEMINÁRIO – PERSPECTIVAS PARA 2018 - EM OCARA REGIÃO NORTE

09/12 - Está programado para este sábado,9, no município de Ocara, a 3ª edição do Seminário Progressista – Perspectivas para 2018.

O evento é idealizado pelas principais lideranças progressistas, tendo à frente o Presidente do Partido no Ceará, Antonio José Albuquerque (PP) que tem dado toda uma sistemática organizacional na sigla partidária em todo o estado do Ceará.

O encontro terá como foco a palestra do cientista político, Luciano Dias, que em outras temáticas, falará sobre Reforma Política e suas tendências.

LIBERADA BEBIDA NOS ESTÁDIOS

09/12 - A Comissão de Defesa do Consumidor da Assembleia liberou a venda e consumo de bebidas alcoólicas em estádios e arenas esportivas do Ceará. Segundo o texto aprovado, ficam liberadas bebidas com teor de álcool não superior a dez graus, principalmente cerveja e chope, vendidas em copos plásticos descartáveis. Podem beber também vinho, whisky e cachaça.

Segundo o projeto, o comércio de bebidas começará duas horas antes das partidas e será encerrado até 30 minutos após o término. Somente serão expostas à venda bebidas em recipientes metálicos, pets ou similares, com a distribuição ao consumidor feita em copos plásticos com capacidade superior a 500 ml.

Cada consumidor poderá retirar duas unidades de bebida alcoólica por vez, mediante apresentação de documento de identidade. Qualquer desobediência a essas regras pode render multas entre R$ 11,8 mil e R$ 118,3 mil para o estádio ou arena esportiva.
Postagens mais antigas Página inicial