Sábado, 19 de Agosto 2017: Aqui estão as principais notícias para você começar o dia bem-informado

26 de janeiro de 2015

ASTEROIDE PASSA RASPANDO PELA TERRA, MAS CIENTISTAS DESCARTAM RISCO

Um asteroide do tamanho de uma montanha passa raspando pela Terra segunda e terça-feira, em um sobrevoo que não voltará a ocorrer em uma década, anunciaram astrônomos, descartando risco de colisão. Não há nenhuma chance de que o asteroide, conhecido como 2004 BL86, caia na Terra. Em sua máxima aproximação do nosso planeta, por volta das 14H00 de Brasília (16H00 GMT), esteve a uma distância três vezes maior do que a Lua.

De qualquer forma, em termos espaciais, trata-se de uma distância muito curta. "No momento em que alcançar seu ponto mais próximo, em 26 de janeiro, estará a aproximadamente 1,2 bilhão de quilômetros da Terra", informou, em um comunicado, o Laboratório de Propulsão a Jato da Nasa. Esta foi a primeira vez em 200 anos que este asteroide em particular passa tão perto da Terra.

O asteroide 2004 BL86 é especial porque é uma rocha espacial muito maior do que a maioria: mede cerca de 0,5 Km, enquanto no no geral os objetos que se aproximam da Terra costumam ter entre 15 e 30 metros de diâmetro.

"É a maior rocha espacial que deve passar tão perto da Terra até 2027", ano em que o planeta receberá a visita do asteroide 1999 AN10, destacou a revista especializada Sky and Telescope. Infelizmente, o asteroide 2004 BL86 não ficou visível a olho nu. A aparição do cometa não será especial "porque na Terra só uma parte de seu lado iluminado ficará visível", detalhou a revista.

Pouco a pouco, o asteroide irá ganhando brilho e o melhor momento para visualizá-lo nas Américas do Norte e do Sul, na Europa e na África será entre a 23H00 desta segunda e as 04H00 de terça, horário de Brasília (entre 01H00 e 06H00 GMT de terça-feira). "Durante este período, o 2004 BL86 se dirigirá para o norte, através da constelação de Câncer", prosseguiu a revista.
Informações msn
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário