12 de dezembro de 2016

NO CEARÁ, ESTUDANTES DE ESCOLA PROFISSIONALIZANTE CRIAM PROJETO COM A FIBRA DE COCO

O desejo de criar um tijolo natural e o incentivo do professor. Com estes dois ingredientes, os estudantes Mateus e Vongesse, ambos de 16 anos, colocaram o primeiro "tijolinho" no percurso da iniciação científica. Dessa forma, conceberam o Tijofibra, projeto no qual utilizam a fibra de coco, matéria-prima abundante na região onde moram, para produzir tijolos ecossustentáveis a preços competitivos.

A ideia lançada pelos alunos do segundo ano da Escola Estadual de Educação Profissional Júlio França, de Bela Cruz, no Litoral Oeste, distante 300 quilômetros de Fortaleza, obteve o segundo lugar na área de Engenharia e o terceiro em Inovação durante a Febrace (Feira Brasileira de Ciências e Engenharia), realizada em São Paulo, no mês de abril deste ano.

O prêmio credenciou os dois alunos e a professora/orientadora, Luana Teixeira, para a Olimpíada Internacional de Projetos Sustentáveis, que acontece em maio do próximo ano, nos Estados Unidos. Com a proposta, os garotos ganharam ainda bolsas de iniciação científica pelo CNPq, no valor R$ 100,00 durante um ano.

Para apresentar o projeto no exterior, Luis Vongesse Neto e Mateus Vasconcelos Rocha já desenvolveram um banco a partir dos tijolos ecossustentáveis. A peça ganhou assento de madeira e foi instalada no pátio da escola para que todos possam compreender e valorizar o experimento, intitulado de "Tijofibra: uma solução para os problemas de habitação - confecção de tijolos de fibra de coco". 

Os resultados positivos não chegaram por acaso. Inicialmente, estimulados pelo professor e coordenador da escola, Fernando Nunes, os meninos começaram a pesquisar sobre os elementos disponíveis na natureza. Perceberam, então, que Bela Cruz é uma região com grande produção de coco verde e, consequentemente, de descarte da fibra. De olho nesta matéria-prima, começaram as experiências em 2015. 
(DN)

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário