Quarta, 23 de Agosto 2017: Aqui estão as principais notícias para você começar o dia bem-informado

6 de julho de 2013

VIA E-MAIL: CRÔNICA DO FORRÓ

Sou um “Caboclo Sonhador” e “istanoite” sonhei que eu era um ANJO AZUL com ASAS LIVRES, voando alto com os AVIÕES DO FORRÓ, em uma viajem forrozeira, de MALA & CUIA nos Cafunés do Siridó; indo ao encontro dos forrozeiros de todo o Brasil; até aterrizar lá no FORRÓ DO MELA PINTO (ninguém viu!) – um FORRÓ 100 PRECONCEITO, ou seja um FORRÓ REAL; com uma GATA GAROTA, que estava LOUCA DE PRAZER, mas na moral, começando por 2ª feira, na “Mansão do Forró” com o CORONEL LUDUGERO só de CUECA BRANCA ao lado de uma GAROTA SARADA (a Filomena) no 1º dia de zoeira, que cantava acompanhado do NEGÃO DOS OITO BAIXOS: - “Cumpade Negão, me dê o seu Ré Maior, que eu vou cantar em cima de Si sem ” - óXeleleu, ô Xeleleu, o teu lugar tá garantido lá no céu...”; e sob a batuta do MESTRE VITALINO no “Clube Iracema de Massapê” foi uma grande animação, com TRIO JUAZEIRO, RAIMUNDO PEDRO e PEDRO RAIMUNDO no meio do GRUPO RENASCER DO SERTÃO; cantando “Encontro com Lampeão” e com AS CANGACEIRAS: - óOlê mulher rendeira, olè mulher rendá, tu me ensina a fazer renda que eu te ensino a namorar”, (de domínio público) quiçá, do cantor e compositor LAMPEÃO – o Rei do Cangaço! Dançando com Maria Bonita um FORRÓ NA TORA e um FORRÓ DE AÇO; e naquele momento a MÁFIA DO FORRÓ se instalou no SKEMA com uma BONECA COBIÇADA, eita que BONECA SAFADA; e agora JOSÉ FERREIRA ? Mate esta charada: seria BONECA DE PANO, BONECA DE PALHA ou BONECA ASSANHADA ? De repente no  Centro Social Massapeense” naquele CIRCUITO DO FORRÓ encontramos um “Menino de Rua” atrás de uma MULHER CHORONA perdida, era a NÁDIA MAIA fugindo dos TARADÕES DO FORRÓ e de uma FERA BANDIDA; eis que já completamente ESTOURADO se molhando na chuva aparece os GAROTOS DO BAILE, ao som da BANDA DO RATINHO que correram para a TOCA DO VALE; enquanto os NORDESTINOS DO RÍTMO na “Casa de Forró” com o FORRÓ BILL e ÍTALO & RENNO foi uma pauleira; de sobeja eu vi JACINTO SILVA, ABDIAS, e OSWALDO OLIVEIRA; eles são OS TRÊS MATUTOS DO FORRÓ afinados nos ACORDES DO FORRÓ, tem mais personalidades forrozeiras, igí: ARNALDO MEIRELES, EDSON DUARTE e JACINTO LIMEIRA; nisso o “Cãozinho dos TecladosFRANK AGUIAR de XAMEGO NOVO no FORROZÃO DO CUMPADE ZÉ, mas que bonita festa! Com SABOR DE PAIXÃO dizia “Aaaaauuuu...” para a CACHORRA DA MULESTA; e aquela GATINHA MANHOSA, a KÁTIA DE TRÓIA que chegou na “Quadra do Garcia” com o sobralense ARTEIRO FERREIRA cantando: óAh que saudade me dar...”, e encantou a todos com sua MALA SEM ALÇA que encomendou para viajar; DJ MALUCO do alto de um PAU DE BALANÇAR bebendo CATUABA COM AMENDOIM e tira-gosto de LÍNGUA DE COBRA frita numa GORDURINHA no maior DELÍRIUS mas que loucura! Assobiava com os CANÁRIOS DA TERRA enquanto DOMINGUINHOS com o seu BABY SOM sentado no COLLO DE MENINA comia CAVIAR COM RAPADURA; nisso NEO PINEL
aproveitou aquele BALAIO DE GATOS e tentou cantar sorrateiro: ó - “BALANÇA NENÉM, que o BICHO DE PÉ vai PEGADA DE VAQUEIRO...”; NEO PINEL é melhor você... “Arruma a Mala ê que a rural vai atolar...” – disse FRANCIS LOPES sem titubear; quando amanheceu a 3ª feira, “machovei”, os convidados do FORRÓ DA GALEGA viajaram no BONDE DO CALYPSO lotado de SARADÕES DO FORRÓ dirigido por WASHINGTON BRASILEIRO, êita cabras forrozeiros; e mais adiante na “Quadra Som das Águas” lá no HORIZONTE DO FORRÓ, RAIMUNDINHO E SUA SANFONA fazia um arrastão, tocando uma SINFONIA MUSICAL, na maior PERFORMACE relembrando as MEMÓRIAS DO SERTÃO, com ZÉ RAMALHO mas que ATRAÇÃO FATAL! O BAIANINHO DA SANFONA tirando prosa com o meu amigo sanfoneiro RATO BRANCO, espreguiçandos nas suas redes à sombra de um “Juazeiro” santo, disse com os olhos arregalados pro céu: - “Cuumpaaade, por acaaso voismicê tem remédio pra picaaaada de cooobra de CASCAVEEEL ?” – “Poorquêêê cumpaade?  Tem nãããão...” – “É que ta viiindo uma aliiii na minha direçããão...”;   e eis que de repente, o “Expresso Brasil” da CHAPOLÂNDIA comandado por ANTÔNIO DE NÓBREGA e MACIEL MELO lotou de gente, é que o maior empresário-forrozeiro-industrial do mundo: Emanuel Gurgel de PELE MORENA fazia um ARRASTÃO DO FORRÓ mantendo o DOMÍNIO com sua PEGADA QUENTE; e do seu PAINEL DE CONTROLE como um CARRAPICHO ele tinha total CONTROLE DO FORRÓ espiando os CASADÕES DO FORRÓ e ZEFERINO E SUA GENTE; forró troando numa “Sala de Reboco” e uma GATINHA SAPECA com SUTIÃ RENDADO e PERFUME DE MULHER já muito pirada, tomava CANA COM UVA, regada a CACAU COM LEITE e tira-gosto de CEBOLA RALADA; nisso o TRIO MOSSORÓ: ZÉ DANTAS, CARLOS DINIZ e FLÁVIO JOSÉ de FACE NOVA, comiam “Tareco e Mariola”, enquanto o ANTÔNIO JOCÉLIO com o ZÉ GONZAGA na COMPANHIA DO FORRÓ tocavam no “Centro Social Massapeense” um FORRÓ REBOLA; e naquele FORROZÃO CIPÓ DE BROXA aparece um TRIO ROENDO UNHA com tira-gosto de CIRIGUELA, era os BAKANAS DO FORRÓ se servindo numa gamela; e ainda com FORÇA LIVRE todos os CAVALEIROS DO FORRÓ com CHAPÉU DE COURO, foram ao “Balneário Alvorada” assistir à uma vaquejada e curtir o “Vaqueiro do ForróCLÁUDIO RIOS de JAQUETA DE COURO, derrubando um bravo touro, em outra pista mas que estouro! DELMIRO BARROS alegrava aquele FORRÓ MAIOR na palhoça do FORRÓ DOS PLAYS dançando a “Dança da Perua” num FORRÓ DE OURO; enquanto SANTANA no seu “Pé de Serra” se refrescando numa CASCATINHA tomava um LICOR DE MENTA, SANDRO BRECK dizia: - “Canta GENIVAL LACERDA e experimenta? - óRelaxa que é de borracha, “Chupa que é de uva” e “Senta que é de menta”; de repente na “Quadra do Garcia” o PEREIRA DO ACORDEON parou de tocar, e quem cospe o microfone é ele: o cantor-etílico-desafinado, o forrozeiro-mascote do nosso estado, quem mesmo? CHICO LOPES no palco completamente embriagado, pois ele vinha que nem um “Tranca Rua” acompanhado de sua antiga paixão, “botando quente” – a “Paixão Brasileira” na mão, a Ypióca, o nosso aguardente, era um AMOR PERFEITO e ele mal conseguia andar, cambaleando tentava cantar: - óBeber, cair, (hic) levantar... beber, cair, (hic) levantar...”, depois desafinou o seu maior sucesso: - óAlô Eliane, (hic) aqui quem fala é do telefone...”; e olha só quem aparece coladinha que nem uma TATUAGEM no seu encalço, a própria, toda ornamentada, a cantora ELIANE de SAIA RODADA, com uma CALCINHA PRETA mais parecendo uma MOLECA 100 VERGONHA dançando um FORRÓ LENHADA, que, acompanhada do seu grande AMOR CEARENSE, o MESSIAS HOLANDA, deixou a NILDINHA completamente enciumada; eles formavam a dupla CIÚME & CIUMEIRO, dançando um FORROZÃO XOTE DE ELITE com CLEVILSON & BANDA no meio do terreiro;  CLEMILDA de NAMORO NOVO que naquele SWING DO FORRÓ fazia CAFUNÉ DE MUCAMBO no ALCIMAR MONTEIRO, nos dava água na boca deliciando um LICOR COM MEL no BONDE DO FORRÓ lotado de passageiro; e o BETO BARBOSA, a lambadear no “Tucunaré Club” que se recuperava de uma forte gripe tomando LIMÃO COM MEL, passou aquela noite de TROPICÁLIA ingerindo MASTRUZ COM LEITE e LEITE COM MEL; enquanto TIRIRICA, muito SAPECA com CABELO DE FOGO e fama de RABO DE SAIA, já muito doidão, agarrado e “pinando” na “Florentina de Jesus” se lambuzava de MEL COM TERRA no meio do salão, cantando: - óBoi com sede bebe lama...” e na CARA DE PAU, com muito FORRÓ NA VEIA ele e o empresário-forrozeiro Armando de Sobral, no “Siará Hall”, brechavam o namoro da dupla MARLENE & VIDAL, era AMOR E MALÍCIA ou um PECADO NATURAL? ZEZINHO BARROS disse que era um AMOR REAL! KÁTIA CILENE vai nos dizer se foi ou não foi uma linda flexada: – “Foi um tiro certeiro do ANJO DA NOITE, HANNAH com um SORRISO DE MENINA naquela romântica madrugada, pois se amavam com BEIJO DE MEL, no FORRÓ CARICIAR, lambuzados de BATOM COM MEL, dá para acreditar?  O tal humorista-forrozeiro-cearense não tem nada de abestado ou JUMENTO DESEMBESTADO, que o diga GENARO e RENATO BORGET de papel documentado e atestado; esse mesmo rapaz de Itapipoca querendo “tirar o sarro” do MESTRE JOÃO DO PIFE, orquestrava a BANDA PÍFANOS DE CARUARU, e teimava em cantar: - óAtirei o pau no . . .”; - “Meu Deus do céu! Esqueçam esse monossílabo fétido imoral” – disse ZÉ TATÚ; nesse momento aparece uma PATRULHA chefiada pelo delegado, que esbraveja: - óO senhor tá dançando armado, o senhor tá dançando armado...”; mas tudo não passou de um pequeno alvoroço, é que o bom palhaço além de super dotado, não usava cueca, estava só no “osso”; e em seguida saiu por aí a cantar: - óQuem é o gostosão daqui? Sou eu, sou eu, sou eu...”; na 4ª feira acordamos cedo devido ao calor, e com FOGO NA ROUPA a gente PISA NA FULÔ, na onda do FORROZÃO CARAPEBA e o FURACÃO DO FORRÓ, com TRIO NORDESTINO, NOCA DO ACORDEON e ASSIZÃO que tocavam um FORRÓ CHICOTE para os SAFADÕES DO FORRÓ; eita que trinxinxado bom por demais, com ZÉ PARAÍBA e BARBOSA LESSA o FORRÓ FACETA se completou com o CARLOS MAIS; espia quem mais eu vi, a CARMÉLIA ALVES cantando “Paraíba” sendo cortejada por ALOÍZIO GOMES e MANÉ DAVÍ, e no “Só Forró” os BANDOLEIROS DO FORRÓ quiseram engrossar... o caldo de mocotó, que faziam para os BALADEIROS DO FORRÓ, e nos dando água na boca, PAULO AGUIAR, comia KEIJO COM MEL a SABOREAR; enquanto isso naquele encontro nacional do FORRÓ, SACODE e REMEXE com BANDA SANTANA no “Famol Clube” sem parar, quando aterrissa nos AZES DO PLANALTO os GAVIÕES DO FORRÓ vindos diretamente de CALYPSO do Pará, lotado de SOLTEIRÕES DO FORRÓ; CHEGA MAIS na “Quadra do Doca” com CHICO NEGUIM DA MIRAÍMA e ZÉ CATRACA e vejam só! Que seleção: na defesa DEDIM GOUVEIA, WALDONYS, ADELSON VIANA e FELIPÃO, (eles são do “Lual do Sertão”), no meio de campo GERSON FILHO, SEVERINO JANUÁRIO e ELINO JULIÃO, (estes são OS CAÇULAS DO BAIÃO), e no ataque ALÍMPIO MARTINS e COMPANHIA DO CALIPSO formam um timão (eles são os HEREDITÁRIOS do TIME 10 DO FORRÓ) são titulares considerados os CRAKES DO FORRÓ! Na bagagem traziam THIAGUINHO com uma enorme MALA MANSA cheia de CAPIM CUBANO e MATO CEARENSE recheado de pó... “Visse Maria, meu Padim Pade Círço”, ou melhor, de PIMENTA DE FOGO e PIMENTA MALAGUETA, para alimentar o QUARTO DE MILHA, quer dizer, o nosso CAVALO DE PAU perneta; e a correr o mundo por esse nosso “Nordeste CabocloFÁBIO CORDEIRINHO, se encontrou com a NICINHA DO ACORDEON para um namorinho, e eis que de repente nas EMOÇÕES DO FORRÓ escutam uma voz, era o CANDANGO DO IPÊ compondo uma música para a BANDA AVELOZ, e naquele salseiro bom da bexiga, LAURENTINO CAVALCANTE e NOVINHO DA PARAÍBA, no maior  rinfungado, tocaram com \ROSINHA DO ACORDEON um forró arretado! Na 5ª feira, no “Forró do Escondidinho” com FERRO NA BONECA o MÁRIO ZAN se sentiu um passarinho... na arapuca, OXENT MUSIC ! Ele enfrentou JARARACA & RATINHO, MARDÔNIO, FAGNER e SIVUCA ! E após essa peleja, essa contenda, até outro rei o ROBERTO CARLOS com SINAL VERDE não se conteve e cantou diretamente do “Baile na Fazenda”; foi aí que nós caímos na zueira, na “Quadra do Zé Pereira” eu dancei “O Casamento da Raposa” com GUADALUPE ao som de SUPERID, ZÉ CAFÉ e CARLITO BANDEIRA; de repente o jogo de luzes de NEON do “Arraiá da Esperança” se apagou e o salão ficou completamente escuro, foi aí que o sanfoneiro AILTON DO ACORDEON gritou de cima do muro: - “DRAGÕES DO FORRÓ esta não é a minha sina, puxa o fole JOÃO BANDEIRA no FORRÓ DA LAMPARINA”! Segundo os irmãos PIN e PINDUCA isto é a verdadeira cultura nordestina! Foi aí que eu cantei para me entreter: - óQue foi que eu fiz, pra você, mandar os homi aqui vir me prender...”, e a BALANCEAR, minha querida filha professora-forrozeira paulistana Amanda dançava nas pistas de dança de Sampa com a banda ZANZIBAR; nesse momento eu me senti em outra dimensão, como um CORTA FOGO, a EXPLOSÃO DO FORRÓ fez VÊNUS surgir diante da minha visão: espaço, lugar e tempo, tampouco passado, presente e futuro, eu não tive nenhuma noção, mas tão logo saí do “cadeião”, com o gaúcho IVAN TABORDA e o GAÚCHO DA FRONTEIRA eu fui para o “Forró no Sítio” e dançei um FORRÓ VANEIRÃO; e olha que lá ainda apareceu muita “Zente” boa: MAZENIR, CALIXTO e o nosso amigo LAGOA – parecem até com o TRIO NORTISTA pois são três Zés bons de “Oito Baixos” forrozeiros; espia na lista massapeense outros três mosqueteiros - eles são OS ALEGRES: MARANHENSE PRUDÊNCIO, MANÉ VALTO e DECA JUVÊNCIO, parecidos com os TRÊS DO NORDESTE, êita cabras arretados da peste; “Seu Menino”, acaba de chegar ADOLFO, “coxixandocom LUIZINHO DE IRAUÇUBA e CIRANO & CIRINO! Com eles não tem pendenga, vieram nos alegrar diretamente do “Alpendre da Fazenda”; pau maneiro é mulungu, não é CHICO DA SALU ? Pau pesado é mameleiro, não é DETE FULANDEIRO? BATIDA PESADA, RELUZ com os MORENÕES DO FORRÓ e JACKSON DO PANDEIRO; “Forrobodó” troando com transmissão ao vivo pela TV Diário e ao microfone alguém pede um minuto de atenção: - óHomem é homem, menino é menino e baitola é baitola...”, só podia ser o FALCÃO, que ao vivo e em cores na sua linguagem culta cantava: - óI not go dog no...”, cuja tradução, significa: “Eu não sou cachorro não”; ele se considera o homem mais charmoso do Ceará, que o diga ZÉ NILTON, XEXEU & ZÉ GUERRA e o TRIO POTIGUAR; pense num “QUARTETO MATUTO de pura esculhambação”! Juntos: “Coronel Ludugero, Chico Lopes, Tiririca e Falcão”; nisso MANEZIM DE ARAÚJO no maior PINKFASHION fez uma aposta com o ZÉ CUPIDO, no sentido de tirar o sono da cantora forrozeira ANASTÁCIA que dormia numa rede de tecido; aposta perdida, pois enfurecida, a forrozeira esbravejou: - óNa minha rede não, na minha rede não, arranje outra rede, arranje outra rede, ou vá dormir no chão...”; a tal forrozeira tinha uma “Vizinha Impertinente”, e o sanfoneiro JULINHO com “Os Pés no Chão” viajou por esse nosso “Nordeste Independente”, à procura de uma “Morena Linda”, de CALCINHA CHEIROSA prima do J. LIMA, que naquele ARRIBA A SAIA sem parar, descansava à sombra de uma oitiçica ouvindo a “Asa Branca” cantar; enfim 6ª feira, ZÉ PIATÃ com muito STYLUS, pisava nas BRASAS DO FORRÓ, esse sim, que nem ZÉ TRINDADE é K’BRA DA PESTE arretado e forte, com sua FALA MANSA providenciou logo o seu PASSAPORT, para conhecer as nossas RAÍZES DO FORRÓ lá na FLOR DA TERRA, aterrissando em Massapê no FORRÓ CHAPÉU DE ROLA com PIPIU ao SOM DA TERRA; e de longe naquela BRIZZA, CARLOS SANTOS e CABOCLINHO DE SANTA ROSA viram brilhar no céu uma linda estrelinha, alumiando as quadrilhas do ZÉ PEREIRA DE MUCAMBO e do  PEREIRINHA: - óA fogueira está queimando, em homenagem a são João...” - Viva Santo Antônio, São Pedro e São João ! Enquanto o grande SEBASTIÃO DO ROJÃO, desafiando o seu amigo ARTUR MENDES cantava: - “Bola de baiano não é coco não, nem janela de trem é televisão...”; SIMÕES CAROLINO, PEDRO SERTANEJO e GERARDO FERREIRA ao pé de uma fogueira, arregaçaram o fole na BARRACA DO GONZAGÃO; VIRA E MEXE o IGOR ARAÚJO pescava com o MAGAL DA PRAIA de “Iracema” fisgando PEIXE ELÉTRICO e LAGOSTA BRONZEADA, ele, de pele amarelada, devido ao sol ficava que nem uma BANANA BRONZEADA; e ao canto dos CANÁRIOS DO REINO, OSVALDINHO DO RECIFE animava enquanto cheirava uma FLOR DE CHEIRO, isto no “Som Brasil” lá do lado de lá;  enquanto no Kangália” do lado de cá, quem tocava um FORRÓ BALANÇA A SAIA era DORGIVAL DANTAS e OSWALDINHO DO CEARÁ: - óVem cá CINTURA FINA, cintura de pilão, cintura de menina, vem cá meu coração...”; era espetacular o som, e de um grande CAIXOTE MUSICAL, se ouvia um FORRÓ PAI D´’EGUA & MARCONDE DO ACORDEON, tocando um forró VENDAVAL; e depois no “Club dos Operários” após uma noite inteira de FORRÓ SUAVE e FORRÓ SUADO, no “Sábado AlegreWil Nogueira, CAÇULINHA e PAULO NEY acordaram cedo e foram tomar um CAFÉ CUADO; já no “Bar do PirataZÉ FERNANDES cheirava rapé com MARADONA, ao lado de PETRÚCIO AMORIM e AS LEOAS sem sua loira Madona, curtindo um FORRÓ CANGAÇO com o GRUPO LAMPEÕES & MARIA BONITA e a turma dos ANJOS & DEMÔNIOS - mas que cultural patrimônio! Com um ARREIO DE OURO a outra Maria, a MARIA BAIANA, dançava um FORRÓ SACUDIDO com os seus PARCEIROS DO FORRÓ chupando cana caiana, e para animar ainda mais tinha até dança de capoeira, com os FILHINHOS DE PAPAI ao som do KARIBBEANKINGS dançando um FORRÓ LAPPADA  com KARINE na tenda do “Levanta Poeira”; “oxent”! Chega a noite MEXE E VILE e como ninguém sabe e ninguém viu, a diversão foi grande no ARROCHA O NÓ do FORRÓ BRASIL! Um FORRÓ PENEIRADO, com VERLENE & BANDA e o seu sanfoneiro arretado: JULIÃO DANADO, que com ÁGUA DE CHEIRO e bem perfumado, fazia inveja aos MAURICINHOS DO FORRÓ de camisas sujas de batom encarnado – ou era NODA DE CAJÚ ? Só sei que eu e JOÃO BANDEIRA JR. comendo PIQUI COM SAL com CAJÚ & CASTANHA por esse Brasil de norte a sul, em ALTO SOM e com muita crença, curtimos ANTÓNIO BARROS, CECEU e ALÇEU VALENÇA; eita que FAMÍLIA PLOKLIES da mulesta: LUIZ FIDÉLIS, MESTRE AMBRÓSIO e JORGE DE ALTINHO naquela grande festa, eles são os FILHOS DO NORDESTE, e alegram povos de norte a sul e de leste a oeste; e já de madrugada naquele FORRÓ PESADO & NETINHO DO ACORDEON no luar de SERTANIA, a porta do céu era a serventia, para o cearense TONY NUNES e os conterrâneos nordestinos que gostam de uma folia; com TRIO SIRIDÓ, TAVARES & ZÉ NEGRÃO, na zona noroeste do Ceará o nosso forró conta com uma boa divulgação: pela frequência 1.200 da Rádio Tupinambá, tem o  Atibone Ximenes há mais de 40 anos no ar, com o nosso “Varandão, da Fazenda” meu irmão, e na Rádio Caiçara 910, o poeta Léo Medeiros com a “Minha Terra, meu Sertão”, e mais o seu “Zé Boró” e o “Forró do Alfredão”; na Som Zoom Sat, o mundo inteiro se liga no forró via internet & chat; e lá do Planalto Central na “Casa do Ceará”, RAIMUNDO NONATO e ZITO BORBUREMA tocavam “Zé da Onça” inteiriço sem parar, enquanto o gênio paraense IVAN CURY dançando o “Xote das Meninas” cantava: - óEla só quer, só pensa em namorar...”, e ao som da BANDA MARIA FULÔ, ele ainda declamava com muito fervor: - óA mulher é a rainha da beleza, e o homem é o seu adorador...”, mas que lindo projeto social! Eles curtiam “A noite cearense sobre o luar de Brasília”, é ou não é fenomenal? Com estilo e muita bravura, tudo isso regado à comida típica, forró, folclore e vasta cultura; enfim domingo, no Centro de Tradições Nordestinas (CTN) em São Paulo – o símbolo máximo do forró, o último dia daquele FORRÓ MAIOR e logo na matinê, RITA DE CÁSSIA & REDONDO comiam BOI COM ABÓBORA com BRUCELOSE no óleo de dendê, dançando com JOÃO PARAIBANO um FORRÓ LEGAL, que o diga LOURINHO DO JAIBARAS e CHICO MACAU; enquanto ELBA RAMALHO na “Feira de São Cristovão” com aquele seu insaciável DESEJO DE MENINA ao SOM DE FORRÓ, comia BAIÃO DE DOIS com MILHO VERDE dançando xote, xaxado e forrobodó; nisso um CALANGO ACESO apreciava a SAWANA, SHOW que nem batia a pestana; e ao som da BLACK BANDA e AZIMUTH, ERMETO PASCOAL fazia parceria com BANDA LÍBANOS (de Beirute?); e mais tarde que noite festeira, naquele ARRASTAPÉ DO FORRÓ uma GAROTA SAFADA dançava um FORRÓ SEX com FARISTON SILVEIRA; e no “Forró do Bezerrão”, aconteceu um encontro histórico de “dois João”: o JOÃO BATISTA se encontrou com o JOÃO DE BARRO e foi grande a animação: - “Santo Antônio disse e São Pedro confirmou, que nós fosse cumpade, que Jesus Cristo mandou...”; enquanto no “Coqueiros - Sabor e MúsicaCRISANTO SHOW BANDA promovia com TEIXEIRINHA um show de forró, os GAROTÕES DO FORRÓ distribuíam ALGODÃO DOCE às moças no caritó; imagine, lá tinha até MAGAZINE e AQUÁRIOS com DESTACK DO FORRÓ; eu vi ainda, o meu velho amigo Nerivan Silva na maior MORAL, mas era um MORAL MIX divulgando o nosso forró na televisão, rádios Imprensa e Tropical; e naquele forró bate-coxa sem acordeon tinha representantes de todos os estados: ROBÉRIO, JANAÍNA, ZEZO, WALQUÍRIA, WESLEY e ANJINHO DOS TECLADOS; não sei se é delírio ou alucinação, mas vale a pena sonhar, com os pés no ar, ou se quiser, com os pés no chão; desculpem-me algum nome omisso, pois, para a próxima edição, à contento, mande-me um e-mail e o seu nome sairá nesta relação - assumo esse compromisso! Não me importo com o tamanho que ficará, um dia, esta super relação; em prol do forró é essa a minha homenagem e modesta colaboração: -  Alô, Nação Forrozeira! Isto é que é MPB – Música Popular Brasileira!!!”; E após eu deliciar um FEIJÃO COM ARROZ misturado com KEIJO RALADO e FUBÁ DE MILHO, enfim, fui descansar; debrucei-me juntamente com minha musa inspiradora ANDREZA - “A Princezinha do Forró” numa rede de tucum e ficamos a matutar: - óA rede velha pegou foi fogo, só com nós dois pra lá e pra cá...”, escutando só de mansinho, a guitarra do ALDO SENA com a BANDA DA LOIRINHA no FORROZÃO DO NETINHO: “Ave Maria sertaneja” e “Menino da Porteira”, “Saga de um Vaqueiro”, e “Samarica Parteira”, bem como, os versos de PATATIVA DO ASSARÉ, o grande poeta de fé; e eis que nesse sonho real, ou nessa minha fértil imaginação, acordei com você, prezado internauta... Ou era alucinação? Interagindo e ouvindo “Festa no Céu” do imortal LUIZ GONZAGA – “O Rei do Baião”: õ- “Quero ver soltar foguete, quero ver subir balão, até no céu é festa, é noite de São João...”, num dueto com MARINÊS – “A Raínha do Xaxado” no “Chitão dos Pobres de Massapê comemorando “ sua Sexagésima Quinta edição; dia 06 de julho de 2013 na Quadra do EducandárioO Retorno às Origens 2 vai ser lotação, com FORRÓ NA BOA e FORROZÃO MAZENIR & BANDA para a noite inteira dançar; sob as bênçãos do meu saudoso pai, o maior forrozeiro do Ceará, Expedito Ferreira ou Expedito Galinha D’agua é do GRUPO SENSAÇÃO; e de pai para filho, creia você, custe o que custar, essa história continua, mantendo viva tradição, de geração para geração . . . 
           Autor: Ferreirinha de Massapê.
·       Expedito Ferreira faleceu aos 84 anos, dia 1º de julho de 2008.
Massapê - CE.        
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário