4 de abril de 2017

CUT PROMETE PARAR O BRASIL DIA 28

A greve geral será um passo decisivo na luta que continuaremos a travar, sem trégua, para derrotar o governo golpista", diz a CUT, em nota de sua direção nacional, publicada hoje (4).

"Vamos parar o País no dia 28 de abril, mandando mais uma vez nosso recado para a quadrilha que tomou o poder através do golpe e para sua base de parlamentares corruptos no Congresso: NENHUM DIREITO A MENOS!", afirma a central, informando que a paralisação do dia 28 faz parte de uma ação estratégica "para derrotar a reforma da Previdência, a reforma trabalhista e a terceirização propostas pelo governo ilegítimo de Michel Temer", em iniciativa discutida com as demais centrais.

"Transformaremos abril num mês de lutas. Sairemos às ruas, como fizemos nos dias 8 e 15 de março, para denunciar e repudiar a reforma da Previdência, que pretende acabar com a previdência pública no Brasil. Sairemos novamente às ruas para denunciar e repudiar a reforma Trabalhista, que rasga a CLT e gera o trabalho precário", diz a CUT.

"Iremos para as ruas para repudiar o PL 4.302, recentemente aprovado na Câmara dos Deputados numa manobra espúria do presidente da casa, Rodrigo Maia, que fragiliza a organização sindical e permite a terceirização na atividade fim, condenando os/as trabalhadores/as a “viverem de bico”, sem nenhuma segurança em relação ao trabalho e a direitos básicos, como férias, décimo terceiro, jornada de trabalho, descanso remunerado, horas extras, entre outros direitos fundamentais, conquistados após décadas de lutas."
Brasil 247 
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário