Sexta, 22 de Setembro 2017: Aqui estão as principais notícias para você começar o dia bem-informado

6 de dezembro de 2016

REUNIÃO DITARÁ OS RUMOS DO FUTURO PRESIDENTE DA CÂMARA DE MASSAPÊ

Bancada dos 13 vereadores eleitos para o quadriênio 2017/2020
O biênio legislativo 2017-2018 ainda nem começou, mas a disputa para ocupar o cargo de presidente da Câmara de Vereadores de Massapê já ganhou um acalorado debate entre os edis da situação e oposição.

Como se sabe, os vereadores eleitos da Coligação ‘Massapê no Caminho Certo’, comandada por Antonio José e Zezinho Albuquerque, elegeu 7 vereadores no último pleito eleitoral; enquanto que a coligação ‘Unidos para Vencer’, comandada por Jacques e Nilson Frota, elegeu 6.

Três vereadores do grupo político de Zezinho caminham para o segundo mandato no legislativo: Adriano Albuquerque, Luiz Carlos e Carlos Michel. O primeiro já é presidente eleito por dois períodos e os dois últimos almejam chegar à presidência. Comenta-se nos bastidores que os três estão no páreo, com tendências para Luiz Carlos Carneiro e Michel Tomaz. Tudo vai depender da conversa que vai acontecer agora em dezembro, em Sobral, com data ainda a ser marcada, entre Zezinho Albuquerque, Antonio José e os seus vereadores. 

Fui informado por um vereador eleito do grupo de Jacques e Nilson que, após uma semana à diplomação, haverá um encontro entre os vereadores e o prefeito eleito para discussão ao tema, e por fim chegar ao consenso do nome a ser indicado para “brigar” pela presidência do legislativo.

Segundo um parlamentar, que pediu para seu nome não ser identificado nesta matéria, quem vai fazer a presidência da Câmara é o Zezinho Albuquerque. “Se o presidente da Assembleia não tivesse sido reeleito, o grupo dele não faria o próximo presidente. Como logrou êxito no último 1º de dezembro, terá todas as condições de fazer o presidente do legislativo massapeense.

Antes, muito mesmo de Zezinho ser reeleito, os sete vereadores apregoavam união entre eles, embora aqui acolá um e outro tenha assumido o desejo de ser logo presidente nos dois anos seguintes.

Um dos pretensos candidatos à presidência da Câmara do grupo Albuquerque de verdade disse ter conversado com a maioria dos vereadores eleitos, inclusive com os da atual oposição. “Peço o voto, promessa a gente tem, mas sabemos que é uma eleição em que as coisas mudam. A disputa está em jogo como dever ser”, afirmou.
              
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário