Sexta, 22 de Setembro 2017: Aqui estão as principais notícias para você começar o dia bem-informado

5 de outubro de 2016

EM ENTREVISTA Á RADIO ASSEMBLEIA ZEZINHO ALBUQUERQUE FALA DOS DESAFIOS DOS NOVOS PREFEITOS

O presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, deputado Zezinho Albuquerque (PDT), em entrevista à rádio FM Assembleia (96,7 MHz) nesta terça-feira (04/10), fez um balanço das eleições municipais e chamou a atenção  para os desafios que os prefeitos eleitos vão enfrentar para conciliar a queda na arrecadação com as demandas públicas.

Para o parlamentar, o principal desafio será tentar equacionar a queda do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) com o aumento das despesas decorrentes da atual crise econômica do País. "Aquele prefeito que tiver apoio do Governo Estadual ainda poderá fazer algum investimento. Os outros prefeitos não têm recursos. O Fundo de Participação dos Municípios caiu 38% no mês passado, e as despesas estão aumentando. A minha preocupação é que a economia retorne, porque senão vamos ver vários prefeitos entregando a chave da prefeitura", avaliou.

Zezinho Albuquerque apontou ainda a dificuldade de pagar os salários dos servidores públicos. Segundo ele, com a Lei de Responsabilidade Fiscal e a queda da arrecadação em 38%, os prefeitos se veem na obrigação de demitir 10% das pessoas contratadas. "Então, esse é o grande desafio para todos os prefeitos que foram eleitos: ser prefeito hoje em um estado pobre como o Ceará, em que oito ou dez municípios têm indústria, o resto vive do ICMS ou do Fundo de Participação dos Municípios", informou o parlamentar.

Zezinho Albuquerque também avaliou o crescimento do seu partido, o PDT, atribuindo as vitórias em Juazeiro, Crato e Sobral às alianças formadas com outros partidos. "Eu acho que o PDT se saiu bem, juntamente com todos os partidos aliados. Porque o PDT só, se não tiver partidos aliados, é muita coisa, mas quando ele vem a se somar a partidos aliados, você vê que é uma diferença muito grande", afirmou.

O deputado comentou ainda a derrota do Partido dos Trabalhadores (PT) nas eleições municipais deste ano, mas minimizou o resultado, afirmando que altos e baixos são comuns na política. "Nós estamos vendo no cenário nacional que o PT foi o partido que mais perdeu prefeituras, mas isso já aconteceu com outras siglas. O próprio PSDB está se recuperando agora. Daqui a pouco quem está se recuperando é o PT de novo, o PDT começa a se recuperar mais ainda, e a política é dessa maneira", enfatizou Zezinho Albuquerque.
Fonte: site Assembleia
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário