31 de agosto de 2016

PF INVESTIGA AMEAÇAS DE MORTE A SENADORES PRÓ E CONTRA O IMPEACHMENT DE DILMA



Conforme o Congresso em Foco, a Polícia Federal começou a investigar uma série de ameaças recebidas por vários senadores e deputados nos últimos meses e envolvendo o julgamento do impeachment da presidente Dilma Rousseff, desde que o processo foi admitido pela Câmara. As ameaças são feitas por meio de Facebook, Instagram, e-mails e até por mensagens diretas pelo celular por supostos militantes que defendem o impeachment, bem como também por quem é contra a cassação definitiva da presidente.

Entre os ameaçados estão o presidente do PSDB, senador Aécio Neves (MG), o líder do PMDB no Senado, Eunício de Oliveira (CE), e Antonio Anastasia (PSDB-MG), relator do processo de impeachment no Senado. Todos votaram nesta quarta-feira (31) pelo afastamento definitivo de Dilma. A ameaça a Aécio exige sua renúncia e promete matar “toda a sua família”. A família de Eunício também foi ameaçada.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário