Domingo, 20 de Agosto 2017: Aqui estão as principais notícias para você começar o dia bem-informado

9 de julho de 2015

ENERGIA ELÉTRICA É O QUE MAIS PESOU NO ORÇAMENTO DOMÉSTICO NO PRIMEIRO SEMESTRE

A energia elétrica estar sendo uma das despesas mais altas no orçamento dos lares brasileiros. A promessa de queda de até 20% na conta de luz feita pela presidente Dilma Rousseff em 2012 durou pouco.

A estiagem e a problemática na gestão do setor elétrico, e até o incentivo ao consumo de eletrodomésticos fizeram o benefício se tornar ônus, na forma de reajustes acima de 10% por cinco anos seguidos. O resultado é que o peso da energia nos gastos com produtos e serviços das famílias deve aumentar 52%, passando dos atuais 2,69% para 4,1% em 2018.

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) já autorizou reajustes este ano. No Ceará, o reajuste concedido foi de 16,55% e na Bahia, de 14,82%. Os aumentos vieram para fazer frente ao gasto com as térmicas, diante do baixo nível dos reservatórios das hidrelétricas, e ao empréstimo de R$ 11,2 bilhões contratado pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), para ser repassado às distribuidoras que ficaram com um rombo no caixa diante do preço alto da energia.
(Agência Brasil)
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário