Sexta, 18 de Agosto 2017: Aqui estão as principais notícias para você começar o dia bem-informado

12 de dezembro de 2014

MÉDICOS PODERÃO PRESCREVER O CANABIDIOL (SUBSTÂNCIA EXTRAÍDA DA MACONHA)


O Conselho Federal de Medicina (CFM) autorizou os médicos brasileiros a prescreverem o canabidiol, uma das substâncias presentes na maconha, para crianças e adolescentes com casos graves de epilepsia. Apesar da resolução ainda ser muito restritiva - já que não permite que pacientes adultos ou com outras doenças possam usar a substância -, médicos e pais acreditam que a resolução é um bom motivo para se comemorar.

É algo para comemorar, pois vai ser benéfico para muitas crianças que necessitam do canabidiol. Os médicos poderão prescrever o canabidiol sem medo! São pequenos passos que devem ser dados até que a liberação pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária)
 
De acordo com a resolução, médicos de todo o país poderão autorizar crianças e adolescentes a fazer uso da substância em casos de epilepsias refratárias, ou seja, quando a doença não responde a pelo menos dois medicamentos tradicionais. Todo paciente testa muito mais de dois remédios, pois leva um tempo para que o médico possa verificar se ele respondeu ou não ao tratamento. A vantagem é que agora poderemos prescrever essa substância para pacientes que já testaram mais de 10 drogas, usaram estimuladores e até foram submetidos a cirurgias, mas ainda assim continuam tendo crises de epilepsia.

O conselho, no entanto, não permitiu o uso do canabidiol para casos de esquizofrenia e mal de Parkinson. "Os pacientes com essas condições - que são semelhantes às da esquizofrenia -- também iriam se beneficiar muito se pudessem usar o CDB e há evidências suficientes para que eles possam utilizar esse medicamento. De qualquer forma, a decisão do CFM foi um avanço muito grande, que vai beneficiar muita gente", afirma Antônio Waldo Zuardi, professor titular de psiquiatria da Faculdade de Medicina de Ribeirão da USP (Universidade de São Paulo).
(Uol)
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário