Quarta,13 de dezembro 2017: Aqui estão as principais notícias para você começar o dia bem-informado

4 de novembro de 2014

APOSENTADOS PRECISAM COMPARECER ÁS AGÊNCIAS BANCÁRIAS PARA REALIZAREM CADASTROS, SOB PENA DE PERDEREM BENEFÍCIOS

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) está aguardando o comparecimento de quase 1,4 milhão de beneficiários, que ainda não fizeram sua prova de vida e renovação de senha. Este procedimento, obrigatório, evita que o pagamento do benefício venha a ser suspenso. O prazo para realizá-lo expira em 31 de dezembro e deve ser feito no banco onde o segurado recebe seu pagamento, todos os meses.


De acordo com o balanço do INSS, a maior parte dos beneficiários que ainda tem de fazer o procedimento está em São Paulo, com mais de 340 mil pessoas. Em seguida, vêm Minas Gerais, com 155 mil, e Rio de Janeiro, com pouco mais de 100 mil pendentes. A prova de vida e renovação da senha são realizadas mediante a apresentação de um documento oficial, com foto. Os bancos estão informando os clientes que recebem o benefício da necessidade da atualização das senhas.


Estes procedimentos são obrigatórios para todos os beneficiários do INSS que recebem seus pagamentos por meio de conta corrente, conta poupança ou cartão magnético. O procedimento foi adotado para evitar pagamentos indevidos de benefícios e fraudes.

Sem fazer a renovação da senha, o benefício poderá ser interrompido. Caso perca o prazo e tenha o pagamento suspenso, o beneficiário deve ir a uma agência bancária e regularizar a situação, com o documento com foto, solicitando a renovação da senha.


Quem não puder comparecer às agências bancárias, por doença ou dificuldades de locomoção, podem realizar o procedimento por meio de um procurador cadastrado no INSS. Segurados que moram no exterior também podem realizar a prova de vida e renovação da senha através de um procurador cadastrado.
Agência Estado
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário