Sexta, 18 de Agosto 2017: Aqui estão as principais notícias para você começar o dia bem-informado

17 de janeiro de 2014

DÚVIDAS E INCERTEZAS ENTRE SITUAÇÃO E OPOSIÇÃO DITAM O IMBRÓGLIO DA POLITICA CEARENSE

Com data prevista para o dia 31 de janeiro, a oposição estadual tendo à frente os partidos PR, PSDB e, provavelmente PSB, pretende lançar o nome do pré-candidato ao governo à sucessão do Governador Cid Gomes.
Tanto é que ultimamente Roberto Pessoa (PR) e Tasso Jereissati (PSDB) traçam metas e estratégias nos bastidores da política para antecipar nomes para concorrer ao Palácio da Abolição.

Segundo a mídia cearense, inclusive acompanhado de perto pelo site Massapê Indo e Voltando, pouco vazou das conversas entre o ex-prefeito de Maracanaú e o ex-senador cearense. Hoje, como se sabe, os dois são adversários ferrenhos de Cid Gomes e querem montar um palanque oposicionista com candidaturas ao Governo e o Senado. 

Outro fator que anima a oposição estadual é o conflito interno do senador Eunício com o grupo forte de Cid Gomes. Segundo especulações no tabuleiro da política, dirigentes do PR, PSDB, PSB e PMDB, que têm simpatia pela candidatura de Eunício Oliveira, além de um grupo ligado à Luizianne Lins, acham que tem reais condições de vencer a disputa.

Por outro lado, o governador Cid Gomes disse em entrevista à imprensa que os seus aliados e correligionários não vão ter pressa, nem preocupação com o movimento da oposição. O chefe do poder Executivo cearense pretende lançar o nome do seu candidato somente em junho, período das convenções partidárias.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

2 comentários:

  1. PODE VIR TASSO, LUIZ PONTES, ROBERTO PESSOA E QUEM FOR, ESTA VAI SER MUITO DIFICIL DE TOMAR DOS FERREIRAS GOMES. OS HOMNES SABE FAZER POLITICA E TRABALHAM BEM. BASTA VER O QUE ACONTECEU COM O QUE ELES FIZEREM CANDIDATO ROBERTO CLAUDIO A PREFEITURA DE FORTALEZA.

    ResponderExcluir
  2. Eu queria dizer para esta pessoa que escreveu ao dizer ser dificil tomar de Cid Gomes. na política tudo é possível. O atual governador fez muita coisa pelo o estado, mas tem rejeição também entre os eleitores.

    ResponderExcluir