Sexta, 18 de Agosto 2017: Aqui estão as principais notícias para você começar o dia bem-informado

14 de janeiro de 2014

DILMA MANDA CAIXA ACELERAR DEVOLUÇÃO DE R$ 719 MILHÕES A POUPADORES

Na avaliação do governo, a Caixa errou ao mexer com três pilares que demandam credibilidade: a caderneta de poupança, o balanço bancário e o superavit primário. O Palácio do Planalto determinou ontem que a Caixa Econômica Federal ponha um ponto final na polêmica provocada pela instituição, ao incorporar, ao lucro de 2012, R$ 420 milhões que estavam depositados em caderneta de poupança consideradas irregulares. A presidente Dilma Rousseff chamou o ministro da Fazenda, Guido Mantega, ao Palácio do Planalto, e ordenou que ele cobrasse agilidade do banco, que é controlado pelo Tesouro Nacional.

Na avaliação do governo, a Caixa errou ao mexer com três pilares que demandam credibilidade: a caderneta de poupança, o balanço bancário e o superavit primário, uma vez que parte dos ganhos da instituição foi repassada ao Tesouro, como o Correio mostrou ontem. Estima-se que o órgão tenha se apropriado de ao menos R$ 105 milhões a fim de engordar a economia para o pagamento de juros da dívida.

Também provocou furor no entorno de Dilma a disseminação de que a Caixa teria cometido “confisco” de recursos de 496.776 contas, totalizando R$ 719 milhões. Os brasileiros ainda têm latente na memória o confisco cometido pelo governo Collor, em 1990. O Planalto teme que a oposição use esse fato para atacar a campanha à reeleição da petista. As operações realizadas pela Caixa foram denunciadas pela revista IstoÉ.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário