31 de março de 2013

RETORNO À CIDADE NATAL

Neste sábado (30), aproveitando o feriado da Semana Santa, retornamos à nossa cidade serrana, em Meruoca, com a família. E, desta feita, acompanhado do casal amigo, Demontier e Rinelda, fomos mais uma vez ao Bar/Restaurante João Raul e ao Itacanha Hotel de Serra, locais aprazíveis e de uma vista panorâmica muito bonita, principalmente no momento de inverno na região. Aqui, alguns flashs dos locais pelos quais estivemos.

MACACOS, OU MELHOR, PEIXES ME MORDAM

A Igreja Católica Apostólica Romana concita seus fiéis para que façam sinais de penitência na Semana Santa, em respeito e veneração pela morte de Jesus Cristo – O salvador da humanidade. De modo que, convida os cristãos católicos para a prática do jejum, senão, da abstinência da carne, pelo menos na Sexta-feira Santa. É bem verdade, que em tempos idos, não comer carne vermelha foi prática constante por toda a Quaresma. Mas passar 40 dias sem comer carne vermelha, era sacrifício demasiado, diferentemente de Jesus, que passou uma quarentena no deserto, em jejum absoluto. Então, reduziram a gula para os três dias que antecedem à Sexta-feira Santa. Mesmo assim acharam muito e decidiram reduzir para um dia apenas: jejum, só na Sexta-feira Santa e ponto final. Mas passar o dia inteiro disciplinando o comer, seria muita penitência. Foi quando alguém disse que poderia sim, se alimentar, desde que, não fosse de carne vermelha. De tal modo que a sociedade moderna convencionou que os fiéis católicos se alimentassem de carne branca – especificamente o peixe. Se não se deve comer carne vermelha, então por que não comer frango? O bípede emplumado é carne branca, assim como o suíno também o é. Dizem, à boca miúda, que não se deve comer carne vermelha na Sexta-feira Santa, e sim, peixe, como se peixe fosse um vegetal ou coisa do gênero. Peixe também é carne. Então, por que comer peixe na Semana Santa? Sou cético por natureza e penso que tudo isso não passa de mera simbologia, associada ao comércio desfreado. A mim me parece, que o pior ainda está por vir. A Sociedade Protetora dos Animais, e tantas outras associações similares, exemplo a UIPA – União Internacional Protetora dos Animais fundada em 1895, bem como, as autoridades sanitárias competentes, coadunam com critérios técnicos para abate dos animais destinados ao consumo humano. Isto significa dar garantias legais para que esses animais sofram o mínimo possível ao serem sacrificados. Vocês já imaginaram, que, com o peixe não acontece o mesmo? Eles, os peixes, morrem de duas formas, cruéis e brutais: a primeira, na pesca industrial e comercial com embarcações em alto mar, que ao serem pescados, imediatamente são acondicionados em grandes câmaras frigoríficas, com temperatura constante abaixo de 0º, portanto, morrem de hipotermia; a segunda, na pesca artesanal, aquela de subsistência, ocasião que o aquático falece por asfixia. Nos dois casos, as mortes são lentas e agonizantes. E alguém ainda tem a insensatez de dizer que: “sim, é aconselhável comer peixe na Semana Santa”. Macacos, ou melhor, peixes me mordam.       
Ferreirinha é cronista e escritor - Semana Santa 2013.

28 de março de 2013

DOIS CHÁS POR DIA REDUZEM O RISCO DE CÂNCER DE PRÓSTATA, DIZ ESTUDO

Um estudo realizado por cientistas da Universidade de Maastricht, na Holanda, descobriu que homens que bebem pelo menos duas xícaras de qualquer tipo de chá por dia apresentam menor risco de desenvolver câncer de próstata Os resultados foram publicados em março no jornal Cancer Causes & Control.

A equipe comparou 892 homens diagnosticados com câncer de próstata com um grupo controle de cerca de 800 homens que estavam em boa saúde. Os pesquisadores estudaram a dieta e os hábitos de consumo dos dois grupos e notaram que aqueles que ingeriam duas ou mais xícaras de chá por dia apresentavam um risco 37% menor de desenvolver câncer de próstata do que aqueles que não consumiam a bebida. Além disso, os autores notaram que a maioria dos participantes consumia café, e que essa bebida não causava impacto significativo na redução do risco de câncer.

O estudo não examinou como o chá pode ajudar a prevenir tumores de próstata. No entanto, investigações anteriores já demonstraram que a bebida contém substâncias chamadas polifenois, que podem proteger os tecidos e órgãos vitais contra uma invasão de células cancerosas.

Chás quentinhos são muito bem-vindos, ainda mais quando os termômetros despencam. Para aproveitar as vantagens terapêuticas que eles fornecem, no entanto, é preciso saber a forma correta de preparo. "Desligue o fogo assim que a água começar a ferver, acrescente duas colheres de sopa para um litro ou duas colheres de chá para cada 250 ml, abafe por três a cinco minutos e coe", explica a nutricionista Flávia Cyfer, do Rio de Janeiro. Ela ainda aconselha a armazenar sempre na geladeira ou na garrafa térmica e jamais reaquecer a bebida, porque parte de suas propriedades serão perdidas.

TREMORES DE TERRA OCORREM EM MERUOCA, ALCÂNTARAS E SOBRAL

Dois tremores de terra foram registrados em Meruoca e Sobral, cidades da Região Norte do Estado, nesta quarta-feira, 27. De acordo com informações do Laboratório Sismológico da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (LabSis/UFRN), o segundo tremor foi o mais intenso. Ele ocorreu às 12h41min, com magnitude de 2.6 graus na escala Richter, que vai de zero a nove. 

Segundo o Laboratório, o primeiro tremor ocorreu também durante a manhã, no entanto, foi mais fraco. Outras ocorrências foram registradas nos dias 17 e 24 deste mês, em um local próximo ao das ocorrências de hoje. 

As atividades sísmicas ocorreram próximo à serra da Meruoca e ao município de Alcântaras. Os tremores nesta região tiveram início em 2008 e não cessaram completamente desde então. Portanto, segundo o LabSis/UFRN, há cinco anos que a área sísmica está ativa passando por momentos de maior ou menor intensidade.
Apoio das informações o Povo

27 de março de 2013

QUEM É CORONEL NUNCA PERDE A PATENTE

Por duas vezes prefeito de Massapê (1967-1971 e 1973-1976), Chico Lopes ganhou da vã filosofia popular a patente genérica de “coronel”. Durante a campanha eleitoral de 1971 para prefeito de Massapê, “coronel” Chico Lopes foi fazer um comício no distrito Tuina, outrora conhecido por “Remédio” (alusão à sua padroeira – Nossa Senhora dos Remédios), distante cerca de nove quilômetros da sede, e ao descer do seu carro para se dirigir ao palanque - montado a partir da carroceria de um caminhão Chevrolet “Cara de Sapo” da família Machado, de tão bêbado que estava, tropeçou e caiu com o rosto no chão. E ao recobrar a consciência (como que recobra?), depois de levar uns tapinhas na face do seu ajudante de ordens José Deusdete dos Santos - vulgo Bacabal, o político levantou-se imediatamente, sacudiu a poeira do paletó, fingiu que nada de mais havia acontecido, subiu ao improvisado palanque e começou assim o seu célebre e memorável discurso:

- “Meus caros hic... amigos, conterrâneos do Remédio, eu não caí, portanto, não preciso de Remédio, hic... mas preciso do povo do Remédio, para me eleger prefeito de Massapê! O que aconteceu foi, hic... que antes mesmo de subir neste palanque, e pronunciar qualquer palavra hic..., fiz questão absoluta de humildemente beijar o solo dessa maravilhosa terra que eu tanto amo, hic... abençoada por Deus”. O político, demasiadamente aplaudido naquela noite festiva, mal conseguiu terminar o seu discurso, foi ovacionado e carregado em triunfo por meia dúzia de puxa-saquistas, pelas principais ruas daquele simpático distrito. E precisava mesmo, porque Coronel Chico Lopes mal conseguia ficar de pé, imagine caminhar no meio da multidão, face às excessivas doses etílicas consumidas. Se assim o fizesse novamente, com certeza seria tiro & queda: bufo, no chão. E depois do histórico comício, muita cachaça rolou solta para os seus correligionários, enquanto o nobre e saudoso político, cognominado “O Pai da Pobreza”, apreciava seu bom uísque, fato esse incontestável, conforme flagrante em preto e branco de um retratista anônimo. E, uma vez recuperado do baita susto, Chico Lopes fez questão de dar um abraço coletivo em todos ali presentes, e de viva voz balbuciou:
- Quem é rei, hic... Nunca perde a majestade!...
Foi quando seu capanga, ou melhor, o ajudante de ordens Bacabal, emendou:
- E quem é coronel, nunca perde a patente.
O povo assistindo ao memorável comício no Remédio
Fonte fotográfica: Dona Izabel Aguiar.
Do livro: Coronel Chico Lopes – Vida & Obra. Autor: Ferreirinha.

SOBRE AS BENÇÃOS DE CID GOMES

Comentários extraídos através de conterrâneos da cidade de Meruoca, estado do Ceará, a 275 km de Fortaleza, apurados pelo blog Massapê Indo e Voltando, é que teriam acontecido encontros e reuniões em Fortaleza, do processo sucessório político na cidade serrana, entre o nosso governador Cid Gomes e o ex-prefeito de Meruoca, João Coutinho, inclusive com as presenças de Zezinho Albuquerque e Aristides, irmão do amigo George Gomes, ex-vereador de Massapê.

Ao que tudo indica, teremos uma chapa consensual sem a participação da candidatura da professora Hérica, derrotada nas eleições municipais de outubro do ano passado. A informação que estamos levando ao conhecimento de nossos leitores, seguidores e colaboradores do nosso blog, é oriunda após termos conversado com amigos, por sinal um amigo bastante ligado ao João Coutinho confidenciou-me a história e pediu para seu nome não ser ventilado aqui neste portal. Como fonte fidedigna não se revela, os últimos fatos da política de Meruoca são esses, mesmo que possam mudar, e se mudar pouca coisa vai ser acrescentada.

Como tenho dito, na política acontece de tudo até o que não se espera e pensa. Quem sabe daqui a três anos e nove meses, a política de Massapê também seja estigmatizada pela decisão ensaiada em Meruoca, onde todos os segmentos partidários oponentes se uniram em torno de um nome consensual, sobre as bençãos da família Ferreira Gomes, que, diga-se de passagem, sabem fazer política, e política com “P” maiúsculo, além de saberem aglutinar a todos, quando percebem o barco político à deriva.

26 de março de 2013

POR E-MAIL, BLOG RECEBE PROGRAMAÇÃO DA SEMANA SANTA



O blog Massapê Indo e Voltando parabeniza a Secretaria de Cultura, Juventude, Desporto e Lazer, em nome de todos, principalmente Cristina e Ferreirinha, que vêm dando uma sacudida geral com esforço, luta, determinação e muito labor frente à pasta a qual são responsáveis. Esta Secretaria tem apresentado à população muita movimentação com apresentações importates: destacamos o Carnaval, Comédias, Peças Teatrais, Festival de Poesias e, agora, a Paixão de Cristo.

Por sinal, a Semana Santa celebra a Paixão, a Morte e a Ressurreição de Jesus Cristo. Ela se inicia no Domingo de Ramos, que relembra a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém e termina com a ressurreição de Jesus, que ocorre no domingo de Páscoa. Por tanto, para quem não sabe, a Ressurreição é o dia mais importante para a fé cristã, pois Jesus vence a morte para mostrar o valor da vida, infelizmente muitas pessoas não a valorizam.

24 de março de 2013

PAPA FRANCISCO CONFIRMA QUE VIAJARÁ AO RIO DE JANEIRO PARA JMJ

O papa Francisco anunciou neste domingo que viajará  ao Rio para a XXVIII Jornada Mundial da Juventude, que será realizada de 23 a 28 de julho. "O Domingo de Ramos é a Jornada da Juventude. O lema deste ano é 'Ide e fazei discípulos entre todas as nações'. Queridos amigos, também eu me ponho em caminho com vocês. Agora já estamos perto da próxima etapa desta grande peregrinação da cruz de Cristo. Aguardo com alegria o próximo mês de julho, no Rio de Janeiro", disse o papa na Praça de São Pedro.


Francisco presidiu neste domingo no Vaticano a missa pelo Domingo de Ramos, que abre os ritos da Semana Santa, na presença de milhares de jovens de todo o mundo. O papa disse que os jovens não se envergonham da cruz de Cristo e acrescentou: "a levais para dizer a todos que, na cruz, Jesus derrubou o muro da inimizade, que separa os homens e os povos, e trouxe a reconciliação e a paz".

A Jornada Mundial da Juventude foi criada em 1984, quando após o término do Ano Santo da Redenção, João Paulo II entregou uma cruz de madeira de quatro metros de altura aos jovens, convidando-os a levá-la por todo o mundo. Desde então, foram realizadas edições em Roma (1985 e 2000), Buenos Aires (1987), Santiago de Compostela (1989), Czestochowa (1991), Denver (1993), Manila (1995), Paris (1997), Toronto (2002), Colônia (2005), Sydney (2008) e Madri (2011). Até a JMJ de Toronto, os encontros eram realizados a cada dois anos, a partir de Colônia passaram a acontecer a cada três, e agora volta a ocorrer após dois anos para não coincidir com a Copa do Mundo de futebol.
As informações são da EFE 

22 de março de 2013

EM PARCERIAS, ESCOLA PROFISSIONAL DE MASSAPÊ (CE) RECEBE MINIBIBLIOTECA DA EMBRAPA

Em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA), instituição pública de pesquisa vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Alunos do 1º e 2º anos do curso do Agronegócio da Escola Estadual de Educação Profissional Francisca Neilyta Albuquerque, em Massapê (CE), receberam uma minibiblioteca com 244 publicações da Embrapa, entre livros, cartilhas, CDs e DVDs. A entrega do material aconteceu em solenidade nesta quinta-feira (21).

E, na oportunidade, o evento contou com as presenças marcantes do chefe-geral da Embrapa Caprinos e Ovinos (Sobral-CE), Evandro Holanda Júnior, do chefe adjunto de Transferência de Tecnologia da Unidade, Selmo Fernandes, da diretora da Escola Profissional, Daniela Vasconcelos,do Superintendente  da 6º CREDE de Sobral, Ronaldo Martins; Representante do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Massapê, Sra. Vera Lúcia Nascimento; Chefe de Gabinete, Mazim Lira, representando o Sr. Prefeito de Massapê, Antonio José Albuquerque; Secretário de Agricultura, José Maria Gomes; Professor e Técnico em Agronegócio, Márcio Araújo; Radialista Juarez Câmara, professor e blogueiro Aldênis Fernandes, além de educadores da escola, pais e demais segmentos da sociedade massapeense.

O Projeto de Minibibliotecas da Embrapa é um acervo de informações importantes, compatíveis com a realidade agrícola e agrária brasileira, no sentido de apoiar o processo de educação formal e informal de jovens, bem como, possibilitar às famílas, aos pequenos agricultores e à juventude do campo, o acesso à informação e às tenologias geradas e/ou adaptadas pela Embrapa e por outras instituições de pesquisa. Entre os conteúdos abordados, destacam-se temas como preservação e educação ambiental, cidadania, cooperativismo, cultivo de hortas e quintais, produção de alimentos de qualidade, manejo do solo e da água, ou como iniciar uma pequena agroindústria de alimentos, entre outros.

A minibiblioteca contempla publicações voltadas para jovens de escolas rurais, com títulos sobre agricultura familiar, preservação ambiental, criação de animais, entre outras temáticas. Para o professor Márcio Alves, coordenador do curso de Técnico em Agronegócio, os novos títulos atenderão a demandas por assuntos que ainda não eram contemplados pelo atual acervo da escola. “Os estudantes terão oportunidade de visualizar conteúdos, facilitando o caminho entre teoria e prática. Poderemos também dinamizar mais as aulas, incentivando a pesquisa na biblioteca”, frisou Márcio Araújo, professor do curso Técnico de Agronegócio.

Já o estudante do 2º ano do curso de Técnico em Agronegócio, Francisco Jailson Monteiro Souza, afirmou que as publicações darão novas oportunidades para que os estudantes ampliem seus conhecimentos sobre produção e segurança alimentar. “A Embrapa é uma empresa de importância muito grande, diferenciada, e suas informações nos ajudarão a sermos profissionais diferenciados”, disse.

O chefe-geral da Embrapa Caprinos e Ovinos, Evandro Holanda Júnior, afirmou que a implantação da minibiblioteca representa mais um esforço da empresa em disseminar conhecimentos. Ele propôs, também, um “desafio” aos alunos: “As informações estão lá nas publicações, mas reflitam o que vocês querem produzir a partir delas. Elas não devem servir só para as provas do curso, mas para algo mais. Cada um de vocês pode ser parte de uma transformação”, afirmou.

A Escola Profissional de Massapê, representada pela sua diretora Daniela Viana Vasconcelos, fez a abertura do evento dando boas-vindas aos presentes e convidados e, ao final, agradeceu a todos os envolvidos neste Projeto tão importante, cujas informações e atividades vão nortear ao processo de conhecimento e capacitação dos alunos na diversidade do Agronegócio.

21 de março de 2013

VIA - EMAIL AO BLOG: "CIÊNCIA OU RELIGIÃO"?

O nordeste brasileiro, notadamente o Ceará, é uma região desértica e povo sofre as terríveis e cruéis conseqüências de um ano com estiagem, imagine dois anos consecutivos. Dos 184 municípios cearenses, 177 decretaram estado de emergência. Desde o início de 2013 não chove especificamente na nossa região, a noroeste. Ulgumas gotas d’agua caíram, esporadicamente, e só. O agricultor plantou por duas vezes e morreu tudo. O nosso açude Acaraú-Mirim está com um percentual de 50% da sua capacidade máxima de armazenamento. Agropecuaristas vendem, a baixo do preço de mercado, seus animais (magros e debilitados). Sobem a níveis estratosféricos, os preços do feijão e da farinha – a alimentação básica dos mais pobres. A temperatura se eleva e, enquanto isso, o povo sofre. Sofre mas não perde a esperança. De ontem para hoje, dezenove de março – feriado estadual alusivo ao Dia de São José, o “Padroeiro do Ceará, choveu bastante em Massapê e também até aonde a vista alcança – o suficiente para alegrar o sertanejo, que muito cedo da manhã, saiu de casa, esperançoso, rumo ao seu roçado, para plantar pela terceira vez, milho e feijão, jerimum e melancia, quatro culturas de subsistência. Aos de idade avançada, perguntei quando esse fenômeno religioso (?), havia acontecido, ou seja, o inverno começar a partir do dia de São José. Foi em 1951 – respondeu-me com toda convicção Dona Antônia, 96 anos de saúde e lucidez. Diz a tradição popular que São José é o santo que traz chuva. Assim como o Bombeiro do Céu está para os cearenses, Deus está para o Brasil, pois, reza um provérbio popular, que diz que “Deus é brasileiro”. E o papa? Bem, o novo papa, é quase. É que o nosso vizinho irmão argentino Francisco I, entronizado dia 19 de março, com missa inaugural do pontificado, é o primeiro papa latino-americano ao longo da milenar história da igreja católica. Com tudo isso ao nosso favor, coincidências à parte, só o tempo dirá se teremos ou não, um bom inverno, pois, o tempo é o senhor da razão. A tríade é oportuna: “Deus perdoa, sempre; o homem às vezes e a natureza, jamais”. Todavia, segundo a ciência, o que ocorre próximo a essa data, é um fenômeno conhecido por equinócio - alinhamento do sol com a terra, no momento em que o astro rei incide com maior intensidade sobre as regiões que estão localizadas próxima à linha do Equador, causando fortes chuvas. No Ceará choveu em 102 municípios e em Massapê até fogos de artifícios renderam homenagens ao tempo chuvoso, contrariando estudos da Funceme e dos profetas populares que afirmavam e anteviam tímida quadra invernosa. Ciência ou religião? Eis a questão. 
Autoria do amigo Ferreirinha, colaborador exclusivo do blog Massapê Indo e Voltando.

20 de março de 2013

CONVITE, VIA E-MAIL, DA SECRETARIA DE CULTURA, JUVENTUDE, DESPORTO E LAZER


Rua Amadeu Albuquerque, s/n – Centro - Massapê-CE CNPJ nº07.598.691/0001-16
Fone/Faz:(88)3643-1403 Ramal:21
 

A Secretaria de Cultura, Juventude, Desporto e Lazer e SESC em Ação apresentam hoje, 20 de março, às 20h, na Praça da Matriz, o espetáculo “Esperando Comadre Daiana” – uma comédia que conta a história de duas mulheres nordestinas, que resolvem fazer da criada, a afilhada da princesa Daiana. O final da trama, só comparecendo à arena com entrada gratuita. Você vai morrer de rir, mas ressuscitará.

Realização: SESC e Prefeitura Municipal de Massapê.

Postagens mais recentes Postagens mais antigas Página inicial