Sábado, 19 de Agosto 2017: Aqui estão as principais notícias para você começar o dia bem-informado

18 de julho de 2013

EM MEIO A PROTESTOS PACÍFICOS, DILMA INAUGURA ESTAÇÕES DE METRÔ NO CEARÁ

Manifestantes de diferentes grupo foram até a Avenida Tristão Gonçalves, onde a presidenta Dilma inaugurava a estação de metrô José de Alencar, ao lado do governador Cid Gomes (PSDB) e do ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro. O protesto ocorreu de forma pacífica e contou com a participação de 500 pessoas. Outra estação também foi inaugurada pela presidenta no centro da cidade nesta quinta-feira.

Os manifestantes eram, majoritariamente, indígenas, médicos, policiais militares, evangélicos, bombeiros e policiais ferroviários federais. Uma comissão de indígenas foi autorizada a entrar na estação. Eles pediram à secretária de Desenvolvimento Social que fosse facilitado o acesso deles à água e regularização da situação fundiária.

Já os médicos protestavam contra o programa Mais Médicos e vetos à Lei do Ato médico. O grupo de evangélicos pediu leis que dificultem a prática do aborto. Policiais militares e bombeiros reclamavam das demissões de servidores da corporação durante a greve de janeiro de 2012.

Em seu discurso de inauguração das duas estações da linha Sul do Metrô de Fortaleza, Dilma falou das manifestações que ocorrem desde junho. De acordo com ela, "democracia exige sempre mais democracia, desejos sociais conquistados vão também ensejar mais direitos sociais a serem conquistados”.
 
Dilma também afirmou não concordar com a responsabilidade exclusiva das prefeituras e dos governos estaduais em investir no transporte público. Ela recordou que o governo federal vai destinar R$ 50 bilhões para a área. “Esse é um problema da sociedade brasileira, portanto é um problema do governo federal também”,disse.

Quando um grupo de manifestantes tentou derrubar as grades de proteção do evento, a Tropa de Choque foi chamada e bloqueou a entrada. Às 12h30, o evento chegou ao fim. Alguns políticos que estavam no local foram vaiados quando saíram da cerimônia. Outros tiveram que utilizar saídas alternativas.(O dia)
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário