Sexta, 20 de Outubro 2017: Aqui estão as principais notícias para você começar o dia bem-informado

14 de maio de 2013

OLHOS SANPAKU, VOCÊ SABE O QUE SÃO

Sanpaku é uma palavra do idioma japonês medieval e significa “três brancos”. De acordo com a macrobiótica (*), uma pessoa tem olhos sanpaku quando a área branca dos seus olhos é visível também na parte inferior, entre a íris e a pálpebra. A macrobiótica é taxativa: pessoas com olhos sanpaku são portadoras de um grave estado de desequilíbrio físico e espiritual.

Nestes olhos, vê-se que a íris toca a pálpebra de baixo e o branco dos olhos só é visível à esquerda e à direita. A medicina macrobiótica afirma que as pessoas que possuem olhos sanpaku são vítimas de uma espécie de maldição, costumam morrer prematuramente e as circunstâncias das suas mortes são, geralmente, trágicas. Quem achar que é mentira, que veja os exemplos de John Kennedy, Michael Jackson, princesa Diana etc. e pare para pensar.
De cima para baixo, da esquerda para a direita:

Olhos sanpaku do presidente norteamericano John Kennedy, assassinado em 1963; olhos sanpaku de Michael Jackson, morto tragicamente em 2009; olhos sanpaku de John Lennon, assassinado em 1980; olhos sanpaku da princesa Diane, morta tragicamente em 1997; olhos sanpaku do senador Robert Kennedy, assassinado em 1968; olhos sanpaku de Marilyn Monroe, morta tragicamente em 1962; olhos sanpaku de Indira Gandhi, assassinada em 1984; olhos sanpaku da cantora Maysa, morta tragicamente em 1977; olhos sanpaku da atriz Juliana Paes, ainda viva; olhos sanpaku do jornalista e apresentador de TV William Waak, ainda vivo.
Informações curiosidade.com
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Um comentário:

  1. Estou com uma dúvida a respeito da condição sanpaku.


    Ela é idealizada como uma maldição. Mas, por que estes famosos que, muitos deles, foram verdadeiros exemplos pessoas, cheias de vida, talentosas; que tanto nos acrescentaram e nos fizeram admira-los com suas determinações em seus respectivos trabalhos e suas vontades inabaláveis de se aperfeiçoarem; pessoas que ganharam o carinho e o respeito de muitos, são "amaldiçoadas"?


    Esta condição me parece uma espécie de sacrifício humano predeterminado, onde o portador da "maldição" vive em dois extremos: tudo ou nada. Ou seja, ou será o melhor naquilo que faz ou não fará nada, e se deixará sucumbir a sua situação. O curioso é que não importa o que um sanpaku faz ou deixa de fazer em sua vida, seu destino parece ser o mesmo (ou não). No entanto, suas obras e suas virtudes parecem ficar marcadas na mente da sociedade e muitos os tem como exemplo. Um verdadeiro sacrifício! Eles abrem o caminha para que outros (não sanpakus) os sigam.


    Então, a minha verdadeira dúvida é: sanpaku é uma maldição ou uma bênção, ou os dois simultaneamente?

    ResponderExcluir