Domingo, 22 de Outubro 2017: Aqui estão as principais notícias para você começar o dia bem-informado

8 de maio de 2013

ENVIADO POR E-MAIL AO NOSSO BLOG, LEIA COM BASTANTE ATENÇÃO O DESABAFO DE UM COORDENADOR ESCOLAR DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO DE MASSAPÊ


A EDUCAÇÃO É UM COMPROMISSO DE TODOS

Nobre amigo Aldênis Fernandes, gostaria que você bradasse a minha indignação, que tenho certeza é de todos os colegas, Diretores e Coordenadores. Eu não desabono, muito menos acho injusta todas as lutas dos nossos professores, seja por melhores salários ou por condições mais dignas para exercer seu magistério, enfim, toda reivindicação é muito válida, principalmente se vier para garantir os nossos direitos. Agora o que eu não acho nada justo e correto é enxergarmos que temos apenas direitos, nos esquecendo então de nossos deveres e da responsabilidade maior com os alunos. Falo, porque é cobrado tanto da atual gestão transparência, responsabilidade e compromisso, especialmente com a educação do nosso município, mas, o que se observa hoje é um comportamento contraditório, em particular com atitudes de alguns professores da rede municipal.

No início as críticas foram duras, severas, feitas pela falta de professores nas nossas escolas, uma seleção demorada para lotar e suprir as carências, e hoje muitos colegas Diretores estão sofrendo com a quantidade absurda de licenças e atestados colocados por muitos professores concursados da rede municipal, provocando um efeito negativo no resultado final, que é o ensino-aprendizagem das nossas crianças e jovens. É óbvio que ninguém tem hora marcada pra ficar doente, não desejamos adoecer, mas o que tem nos trazido essa reflexão é o fato de que os afastamentos por motivo de saúde se dão apenas para as escolas do município, e chama a atenção também a maneira simultânea que isso ocorre em muitas escolas, onde os professores adoecem ao mesmo tempo. Virou rotina, (mal acaba um atestado, vem outro, e sempre de 15 dias), dificultando o trabalho de muitos gestores, pois alguns professores só decretam: ‘Olhe, arranje logo um substituto, porque dia tal estarei de atestado’, neste caso a doença já tem até hora marcada, absurdo.

A nova gestão juntamente com a Secretaria de Educação tem feito o possível para que nossas escolas sejam geridas por pessoas capacitadas, e está conseguindo, mas em contra partida temos alguns professores em nada comprometidos neste propósito: a fidelidade e responsabilidade ao que assumiram como profissão. E o que vejo é só falta de vocação. Obviamente, existem características louváveis de professores na sua grande maioria, por isso deixo registrada a minha absoluta admiração e respeito a todos eles, que batalham, que enfrentam os desafios de sala de aula com amor, competência, habilidade e atitude, esses, merecem todo o nosso apoio e esmero. Desejo muito que todos ponham a mão na consciência e reveja suas atitudes, para que isto não afete negativamente o rendimento dos nossos alunos, sobretudo porque o que é conveniente e benéfico agora é o nosso compromisso incontestável com a Educação. Alçar bandeiras tolhendo o direito dos alunos a uma educação de qualidade é no mínimo falta de hombridade.

Halphe Andrade.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Aldênis, meu querido amigo e estimado professor, muito obrigado por ter 'dado voz', ao meu desabafo, por ter colocado em seu Blog a verdade de fatos que nos envergonham, sobretudo se pensarmos que formamos cidadãos. Desejo que todos tenham tomado pra sí esta reflexão, e que possamos pensar na educação de Massapê pelo prisma da responsabilidade e do compromisso. Deixemos de lado o individualismo, visto que a educação é um bem de todos. Muito obrigado, te agradeço pela confiança e amizade. Abraço.

    ResponderExcluir