Sexta,15 de dezembro 2017: Aqui estão as principais notícias para você começar o dia bem-informado

3 de abril de 2013

MEDIDAS DE APOIO À POPULAÇÃO

Em sua primeira visita ao Ceará neste ano, a presidente Dilma Rousseff admitiu que os investimentos já feitos pelo governo federal não produziram os resultados esperados no combate à seca no semiárido, que já é a maior dos últimos 50 anos. Mas, ao fazer esta mea culpa, a chefe do Executivo federal anunciou um novo pacote de ações que surpreendeu os governadores nordestinos, presentes em Fortaleza, apresentando benefícios além do que vinha sendo reivindicado. Serão, a partir de agora, investidos R$ 9 bilhões pela União na mitigação dos efeitos da estiagem. E, garantiu que todas as perdas serão recompostas em um curto prazo.

Anfitrião do evento, o governador Cid Gomes se mostrou impressionado com o pacote: "das reivindicações daqui, praticamente todas foram atendidas, e atendidas num grau de intensidade até maior do que nós demandávamos", assinalou.

Esta foi a terceira reunião de governadores, em um ano, em que a questão da seca foi tratada como prioritária. No encontro de ontem, a presidente disse reafirmar "a parceria incondicional do governo federal com a população nordestina". "Em razão desse compromisso, nós do governo federal não poupamos nem esforços nem recursos para minorar o impacto e os efeitos da seca sobre as populações atingidas por ela", defendeu.

Do ano passado até o momento, foram desembolsados pelo governo federal R$ 7,6 bilhões nas ações contra os efeitos da estiagem. De acordo com a presidente, apesar desse investimento não ter atingido os objetivos esperados, produziu um "resultado inequívoco", junto com outras políticas sociais do governo, de impedir que se repetisse o quadro de saques em comércios locais, de êxodo rural e fome, comuns em secas anteriores. "No que se refere à população, nós fomos bem sucedidos".
Informações DN
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário