Quarta, 23 de Agosto 2017: Aqui estão as principais notícias para você começar o dia bem-informado

22 de fevereiro de 2013

MAIS DUAS ESCOLAS PROFISSIONAIS SERÃO INAUGURADAS HOJE PELO GOVERNO CID GOMES

Assim como Massapê, os jovens dos municípios de Santana do Acaraú, na região Norte, e Viçosa do Ceará, na Serra da Ibiapaba, terão mais possibilidades de preparação para o mundo do trabalho. Essa oportunidade chega às cidades, respectivamente, com as Escolas Estaduais de Educação Profissional Francisco das Chagas Vasconcelos e Professor Juca Fontenelle, que serão inauguradas pelo governador Cid Gomes e a secretária Izolda Cela, nesta sexta-feira, dia 22. Em Viçosa, também participa da solenidade, o secretário da Infraestrutura, Adail Fontenele. O investimento total nas duas unidades é de R$ 15,3 milhões. Oriundos dos Governos Estadual e Federal, os recursos foram aportados para construir, equipar e mobiliar as escolas.

Às 17 horas, em Santana, a comunidade local receberá a unidade, onde os estudantes dispõem do Ensino Médio e podem escolher entre um dos quatro cursos ofertados: Agroindústria, Desenho da Construção Civil, Eletrotécnica e Finanças. Esta é a 89ª Escola de Educação de Educação Profissional inaugurada no Ceará. A EEEP está ligada à 6ª Coordenadoria Regional de Desenvolvimento da Educação (Crede), sediada em Sobral, que passará a contar com seis unidades com o mesmo tipo de atendimento. A escola recebeu recursos no valor de R$ 7,2 milhões.

Em Viçosa do Ceará, às 19 horas, o Governo do Estado entregará a 90ª unidade com esse nível de ensino e que contou com investimentos de R$ 8,1 milhões. Lá os alunos terão acesso aos cursos técnicos de Contabilidade, Eletromecânica, Fruticultura e Transações Imobiliárias, além do Ensino Médio. A escola integra a 5ª Crede, com sede em Tianguá, responsável por outras cinco EEEPs.

A implantação das Escolas Estaduais de Educação Profissional, começo em 2008, com 25 unidades. Até agora, 31 mil jovens são atendidos em rempo integral, nos cursos técnicos com três anos de duração.

Cada prédio tem capacidade para 540 alunos e funcionará numa área composta de 12 salas de aula, auditório para 201 lugares, biblioteca e dependências administrativas. Os estudantes vão contar com Laboratórios Tecnológicos, de Línguas, Informática, Química, Física, Biologia e Matemática, além de um ginásio poliesportivo e um teatro de arena. A construção foi supervisionada pela Secretaria da Infraestrutura (Seinfra), por meio do Departamento de Arquitetura e Engenharia (DAE).
(Com informações da Assessoria de Comunicação da Seduc)
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário