Segunda, 21 de Agosto 2017: Aqui estão as principais notícias para você começar o dia bem-informado

16 de agosto de 2012

CEARÁ TEM SEIS ESCOLAS ENTRE AS MELHORES DO BRASIL

Os municípios de Pedra Branca, Itarema e Sobral têm quatro escolas no ranking até a 4ª série do Ensino Fundamental. Fortaleza e Mucambo conseguiram posicionar outras duas escolas na lista de 5ª à 9ª série.

Seis escolas cearenses estão entre as melhores do País, de acordo com a nota do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), divulgada pelo Ministério da Educação (MEC). Cinco delas ficam no Interior do estado. Os municípios de Mucambo, Itarema e Sobral participam, cada um, com uma escola. A cidade de Pedra Branca entra na lista com duas instituições de ensino. Conforme O POVO publicou na edição de ontem, o Ceará obteve um dos maiores avanços educacionais do País, além de ter recebido a melhor avaliação do Nordeste nos quesitos avaliados pelo MEC.

De 1ª à 4ª série do Ensino Fundamental, as escolas Cícero Barbosa Maciel e Sebastião Francisco Duarte, em Pedra Branca, atingiram nota 8,1, numa escala que vai de zero a dez. No ranking nacional, estão, respectivamente, na 12ª e 13ª posições. Já as escolas Professora Altair Giffone Tavares, em Itarema, e Raimundo Pimentel Gomes Caic, em Sobral, ficam apenas 0,1 ponto atrás e caem para 16ª e 17ª colocações na disputa nacional.

De 5ª à 9ª série, o Colégio Militar de Fortaleza, de competência federal, empata com a escola municipal Francisco Ricardo da Silva, de Mucambo, com nota 6,8, e garantem 13ª e 14ª posições entre todas as escolas brasileiras.

Segundo a doutora em Educação e professora da Universidade Estadual do Ceará (Uece), Eloísa Vidal, o resultado se explica por políticas equacionadas entre governos municipal, estadual e federal. Ela destaca o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb), do Governo Federal, que, nos últimos anos, tem aumentado o investimento por aluno.

No cômputo geral das cidades cearenses, Mucambo teve um dos maiores crescimentos no Ideb quando comparada a avaliação de 2009. Saiu da nota 4,9 para 7,5 em dois anos. O secretário de Educação, Francisco Carlos Brito de Azevedo, pontua a formação continuada dos professores como um dos motivos que alavancaram o ensino para os quase 4 mil alunos na rede de 18 escolas.
Ranking
De 1ª à 4ª série
Ceará: 4 escolas
Minas Gerais: 2 escolas
Paraná: 4 escolas
Rio de Janeiro: 2 escolas
São Paulo: 3 escolas
Tocantins: 2 escolas
Rio Grande do Sul: 1 escola

De 5ª à 9ª série
Ceará: 2 escolas
Pernambuco: 2 escolas
Rio de Janeiro: 5 escolas
Bahia: 1 escola
Minas Gerais: 3 escolas
Paraná: 2 escolas
Sergipe: 1 escola
Mato Grosso do Sul: 1 escola
Rio Grande do Sul: 2 escolas
Goiás : 1 escola
FONTE: O POVO
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

Um comentário:

  1. bem, pode ser que agora agente LEVE ESSSA PARA UM MASSAPE MELHOR.

    ResponderExcluir