Domingo,17 de dezembro 2017: Aqui estão as principais notícias para você começar o dia bem-informado

3 de maio de 2012

PRÓXIMA SEGUNDA(07), REUNIÃO DO COMITÊ INTEGRADO DE COMBATE À SECA


Está agendada para a próxima segunda-feira (7), a primeira reunião do Comitê Integrado de Combate à Seca, que terá como propósito acompanhar as ações emergenciais voltadas para atender aos agricultores prejudicados com a safra deste ano.  O encontro irá discutir como prioridade a ampliação da oferta de água e garantia que os pequenos produtores e pequenos agricultores tenham acesso à renda.
O Comitê, lançado nesta quarta-feira (2), será formado por 18 membros de órgãos ligados as esferas do poder Federal (Ministério do Desenvolvimento Agrário, Ministério do Desenvolvimento Social, Ministério de Minas e Energia, Secretaria Nacional da Defesa Civil – 2 membros) e Estadual (Secretarias do Desenvolvimento Agrário, dos Recursos Hídricos, das Cidades, do Trabalho e Desenvolvimento Social, Segurança Pública, Sohidra, Cagece, Ematerce e Defesa Civil do Ceará); Exército Brasileiro; Associação dos Municípios do Estado do Ceará (Aprece); Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura (Fetraece) e Federação da Agricultura e Pecuária (Faec). Os trabalhos serão secretariados pela Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA).
O secretário estadual do Desenvolvimento Agrário, Nelson Martins, destacou durante a solenidade a insatisfação com o registro de chuvas abaixo da média esperada. “Em 2012 a média de chuvas já está abaixo de 2011 em 57% e 99 municípios já estão em situação de vulnerabilidade alta e média alta. Apesar das dificuldades, a parceria entre os Governo Federal e Estadual vai reduzir esses efeitos”, ressaltou.
De acordo com a assinatura do decreto para instalação do Comitê no Ceará, um convênio entre o governador Cid Gomes e o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra na manhã de hoje, foram destacados os investidos pelos dois governos no combate à estiagem.
Conforme Cid, são R$ 163 milhões destinados para o Seguro Safra (240 mil inscritos no Ceará), R$ 24 milhões para o Bolsa Estiagem (cerca de 60 mil pessoas beneficiadas), R$ 200 milhões para sistemas simplificados de abastecimento de água e cisternas de placa, R$ 460 milhões na primeira etapa do Cinturão das Águas, mais R$ 426,56 milhões em diversas ações voltadas para a agricultura e abastecimento de água.
“A água é a primeira preocupação, e o acesso a ela se dará através da operacionalização dos carros pipas, perfuração e equipação de poços profundos. A segunda ação é fazer com que os recursos do Garantia Safra e do Bolsa Estiagem os atendam. Assegurando água e renda enfrentamos esse problema”, destacou o ministro Fernando Bezerra.
O ministro ressaltou, ainda, o Programa Água para Todos, que a partir da instalação de Cisternas vai garantir que até 2014 todas as residenciais no Ceará tenham pelo menos um ponto de água. Segundo ele, o Ceará é referência nacional na implantação do Programa. “Não só pela quantidade, mais pela qualidade das cisternas. Temos o Ceará como uma referência para todos os estados”, disse.
Com informações da assessoria de imprensa da SDA.
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário